Covid-19 Sorocaba e Região

Ex-presidente do SMetal, Carlos Gáspari morre vítima de covid-19

Sindicalista também foi gerente da Ceagesp e presidente da ong Ceadec
Gáspari também foi presidente da ong Ceadec, que atua no suporte a iniciativas voltadas para a economia solidária. Crédito da foto: Fábio Rogério (30/11/2011)

Morreu na madrugada desta quinta-feira (4), em Sorocaba, o sindicalista e ex-gerente da Companhia de Entrepostos Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp) Carlos Roberto de Gáspari, 61 anos, vítima de covid-19. O corpo de Gáspari será enterrado no cemitério Pax e, por conta da doença, não haverá velório.

Gáspari teve ligação com o movimento sindicalista desde jovem e foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba (SMetal) por dois mandatos (1992/1995 e 1995/1998). Também foi secretário-geral e um dos principais articuladores do Fórum de Desenvolvimento da Região de Sorocaba entre 1998 e 1999.

Começou a trabalhar em indústrias metalúrgicas em 1976. Durante a primeira metade da década de 80, antes de se tornar dirigente sindical, foi eleito vice-presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e coordenador da comissão de fábrica dos trabalhadores da Pirelli Cabos.

Presidiu, na gestão 1997/98, a Comissão Municipal de Emprego, que administra o posto do Sistema Nacional de Emprego do Estado de São Paulo (Sinesp) em Sorocaba. Também foi articulador e coordenador do Movimento pela Qualificação dos Trabalhadores na região de Sorocaba, entre 1994 e 1995.

Antes de assumir a gerência do Ceagesp Sorocaba, exerceu seu segundo mandato como presidente do Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento, Emprego e Cidadania (Ceadec), ong fundada em março de 1999, que atua, principalmente, no suporte a iniciativas voltadas para a economia solidária.

Carlos deixa a esposa e duas filhas.

Comentários