fbpx
Sorocaba e Região

Estudante ganha bolsa para faculdade que não existe

Toda a situação ocorreu em junho deste ano, e, no MEC, a instituição de ensino aparece como ativa
Estudante ganha bolsa para faculdade que não existe
No local onde consta no MEC que há uma faculdade, funciona uma escola municipal. Crédito da foto: Fábio Rogério

O estudante sorocabano Mateus Henrique Nogueira Camargo, de 22 anos, acredita que foi vítima de algum ato de má-fé após um processo seletivo coordenado pelo Ministério da Educação (MEC). Ele ganhou bolsa do ProUni para um curso superior, na cidade de Itu, mas ao chegar ao local para fazer a inscrição, não havia faculdade. Toda a situação ocorreu em junho deste ano. No MEC, a instituição de ensino aparece como ativa.

“Após o resultado da bolsa, juntei todos os documentos pedidos no edital e fui até o local da faculdade para fazer minha inscrição, chegando ao endereço relacionado, em Itu, para minha surpresa não havia nenhuma faculdade no local”, explica.

Mateus afirma que chegou a perguntar para as pessoas sobre a faculdade e informaram que não havia nenhuma naquele endereço. Após pesquisas na internet, novamente para confirmar o endereço, ele constatou que era o mesmo em que estava. “Entrei no local e foi dito que havia sim uma faculdade ali, porém, havia fechado as portas há algum tempo”, conta o estudante.

Leia mais  MEC promete Enem neutro após polêmica

“Venho tentando esta bolsa desde a primeira vez que abriu, em janeiro do corrente ano. No atual momento, me encontro desempregado e com o sonho de cursar uma faculdade, o que me ajudaria a encontrar um emprego/estágio com mais facilidade na área pretendida, para ajudar nos custos da minha família”, lamenta. Segundo Mateus, a ideia é avisar os demais estudantes que também estão tentando uma bolsa pelo ProUni a ficarem atentos para não caírem na mesma situação.

O Cruzeiro do Sul questionou a Prefeitura de Itu sobre qual é o estabelecimento cadastrado na rua Sorocaba, número 936, no bairro Vila Santa Terezinha e se a Faculdade Prudente de Moraes ainda tem algum tipo de inscrição na cidade. A municipalidade não respondeu aos questionamentos. Diante da situação, a reportagem foi até o endereço e constatou que no local funciona uma escola de educação infantil. Os funcionários da unidade disseram que a faculdade não está mais no local há pelo menos três anos.

Leia mais  Dia Nacional da Coleta arrecada 6 toneladas de alimentos

No Google, o endereço ainda aparece como sendo da Faculdade Prudente de Moraes, mas como “permanentemente fechado”. O telefone que aparece na pesquisa, aparentemente está fora de operação. A instituição não possui um site com mais informações, assim como outro endereço.

Questionado, o MEC informou que a Faculdade Prudente de Moraes voltará a funcionar regularmente ainda no segundo semestre deste ano. A pasta disse ainda que o candidato Mateus Henrique não obteve a bolsa do ProUni porque não foi formada turma para a sua primeira opção de curso. (Marcel Scinocca)

Comentários

CLASSICRUZEIRO