Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Estado distribui R$ 55 para oito mil alunos de Sorocaba

15 de Abril de 2020

Estado distribui R$ 55 para oito mil alunos Medida atende estudantes de famílias com baixa renda em todas as cidades do Estado de São Paulo. Crédito da foto: Divulgação / Secretaria de Educação SP

Aproximadamente oito mil alunos de Sorocaba, matriculados na rede estadual de educação, têm direito de receber o valor de R$ 55 referente ao pagamento de abril do programa Merenda em Casa.

O subsídio voltado à compra de alimentos para alunos de famílias pobres foi instituído pelo governador João Doria (PSDB), enquanto as aulas da rede pública estadual permanecerem suspensas, em função da quarentena decretada para conter o avanço do novo coronavírus no estado de São Paulo.

De acordo com o governo estadual, o pagamento é destinado aos estudantes de famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa, que recebem o Bolsa Família ou que estão em situação de extrema pobreza e que estejam cadastradas no Cadastro Único do Governo Federal. O benefício referente ao mês de abril está disponível desde o último dia 8.

[irp posts="231737" ]

 

Um total de 8.511 mil alunos matriculados nas escolas que fazem parte da Diretoria de Ensino de Sorocaba têm direito ao benefício. A Secretaria Estadual de Educação não informou o número de alunos beneficiados pelo programa na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), que contempla 27 cidades. A pasta, porém, informa que na Região Administrativa de Sorocaba, que engloba 47 municípios, um total de 44 mil alunos tem direito ao benefício.

Em todo o Estado, o benefício está sendo oferecido a 732 mil estudantes carentes. Financiado com recursos oriundos da alimentação escolar, o programa Merenda em Casa é voltado exclusivamente aos alunos matriculados nas escolas da rede estadual.

Segundo Doria, a ação representa um investimento de R$ 40 milhões em abril e mais R$ 40 milhões em maio. A princípio, a medida valerá por 60 dias, mas poderá ser estendida, caso a quarentena seja novamente prorrogada.

Durante os meses de abril e maio, o benefício será dobrado e passará para R$ 110 para 113 mil estudantes mais carentes, o que representa 15% das famílias contempladas pelo programa. Essa verba extra, segundo o governo estadual, será garantida por meio de uma iniciativa da Comunitas, organização social especializada em parcerias público-privadas.

O pagamento aos beneficiários é feito por meio do aplicativo PicPay, que pode ser usado em qualquer smartphone. O cadastro no aplicativo deve ser realizado no nome do responsável pela família de cada estudante com direito ao subsídio. O passo a passo para a obtenção do benefício às famílias carentes, incluindo a instalação do aplicativo e consulta ao saldo, está disponível no site merendaemcasa.educacao.sp.gov.br. (Felipe Shikama)