Sorocaba e Região

Entidade terapêutica é tema de documentário

O filme tem meia hora de duração é traz depoimentos de cerca de 20 pessoas, entre profissionais, familiares e crianças

A trajetória de 50 anos da Associação Pró-Reintegração Social da Criança, sediada em Sorocaba, é contada no documentário “Terapia do afeto”, que será lançado nesta quarta-feira (29), às 18h30, no teatro do Sesc Sorocaba, com entrada gratuita.

O filme, que na próxima sexta-feira será disponibilizado no canal da entidade no Youtube, encerra a programação alusiva ao mês de maio, que no dia 18 comemora o Dia Nacional da Luta Antimanicomial.

Dirigido pelo jornalista e documentarista paulistano Luiz Pires de Oliveira Dias e com roteiro de Daniel Cunha, o filme de 30 minutos de duração é entrecortado por depoimentos de cerca de 20 pessoas, entre profissionais (terapeutas, psiquiatras e psicólogos), familiares e crianças atendidas pela associação criada com intuito de promover a inserção de criança ou adolescente em tratamento psicológico ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial.

Leia mais  Paciente de Sorocaba decide comemorar aniversário em unidade de saúde

O filme resgata a história de cinco décadas da entidade terapêutica, desde a sua fundação em 1968, em Diadema, até os dias atuais. A associação nasceu de um grupo que acolhia crianças e adolescentes de 4 a 16 anos de idade, para tratamento psiquiátrico sob regime de internação hospitalar integral, de forma diferenciada das práticas psiquiátricas vigentes na época. Em 1994, a associação que conta com a ajuda de vários parceiros e voluntários transferiu sua sede para Sorocaba, onde está estabelecida até hoje.

De acordo com a associação, o serviço de inserção de criança e adolescente em tratamento psicológico ou psiquiátrico é credenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Prefeitura de Sorocaba desde 1999. Os pacientes são encaminhados à associação pelas Unidades Básicas de Saúde do município, de onde provém a maior demanda, e também da Vara da Infância e da Juventude, conselhos tutelares e escolas.

Leia mais  Rua no Jardim São Conrado terá mão de direção alterada em Sorocaba

Atualmente, a Associação Pró-Reintegração Social da Criança faz a gestão de três Centros de Atenção Psicossocial (Caps) especializados no atendimento de crianças e adolescentes. De acordo com a presidente Elvira Cairo, a entidade atende uma média 1.100 crianças e adolescentes por mês. O filme tem entrada gratuita e os ingressos serão distribuídos no local com 1 hora de antecedência. O Sesc fica na rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO