Covid-19 Sorocaba e Região

Empresa fabricará respiradores para UTIs na unidade de Sorocaba

A capacidade seria de produção de 400 unidades por dia
Flex
Empresa é uma das maiores fabricantes do mundo de produtos eletrônicos. Crédito da foto: Fábio Rogério (24/03/20)

Sorocaba pode ter fabricação local de respiradores mecânicos para ajudar no enfrentamento do coronavírus nas Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) de todo o Brasil. A medida, com a inclusão de uma empresa da cidade, foi anunciada recentemente pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O Cruzeiro do Sul apurou que a empresa é a Flex, conhecida em Sorocaba como Flextronics, uma das maiores fabricantes do mundo de produtos eletrônicos sob demanda, e uma das maiores empregadoras da cidade. A empresa, que tem polo industrial na rodovia Senador José Ermírio de Moraes, não comentou a questão até o fechamento desta edição. Porém, conforme o apurado, duas linhas de produção estariam sendo preparadas pela empresa.

Já haveria uma equipe estudando como é feito o processo de montagem dos aparelhos. A expectativa é que as primeiras unidades dos respiradores sejam produzidas até a primeira quinzena do mês que vem. A capacidade seria de produção de 400 unidades por dia.

Leia mais  França começa a prender e multar quem desrespeitar confinamento

O número de 400 aparelhos seria atingido depois de um processo chamado de qualificação. “Muitas coisas são especulações. O certo é que vamos produzir”, afirmou uma fonte ouvida pelo Cruzeiro e que pediu anonimato. Vale frisar que a empresa não confirmou a fabricação.

Sobre os aparelhos

A estimativa é de que cerca de 5% dos infectados pelo novo coronavírus precisam de cuidados intensivos, que incluem internação em UTIs. São os casos mais graves. E quando o paciente não tem a capacidade de operar seu sistema respiratório normalmente, entra em cena os respiradores mecânicos, que são máquinas que ajudam os pulmões a inspirar e expirar. (M. S.)

Comentários