Sorocaba e Região

Em Tietê, cidade natal de Michel Temer, prisão surpreendeu políticos

O peemedebista nasceu em Tietê em 23 de setembro de 1940
Praça Dr. Elias Garcia, em Tietê. Crédito da foto: Luana Andrade / Prefeitura de Tietê

A prisão de Michel Temer pegou de surpresa os moradores de Tietê, cidade natal do ex-presidente da República, situada na Região Metropolitana de Sorocaba. Políticos do município demonstraram surpresa com a detenção do filho ilustre.

A vice-prefeita de Tietê, Ana Maria Madureira, disse estar triste com a prisão de Michel Temer. “Porque ele é tieteense, as pessoas daqui gostam dele e fez um bom governo”, diz.

O prefeito de Tietê, Vlamir de Jesus Sandei, não foi encontrado para comentar a prisão de Temer. Segundo a vice, ele foi submetido a uma cirurgia.

A notícia da prisão de Temer também repercutiu na Câmara de Tietê. O presidente do Legislativo, José Geraldo Fabri, conhecido como Dau Fabri, lamentou a situação. “Vejo com muita tristeza, pois ele é um tieteense e levou o nome de Tietê nacionalmente”, conta.

Leia mais  Prisão de Michel Temer vira assunto em sessão da Câmara de Sorocaba

 

Apesar da ligação afetiva com Michel Temer, Dau Fabri disse apoiar o trabalho da Lava Jato. “Ao mesmo tempo que a razão aplaude o sentimento de justiça, a emoção chora.”

Temer ainda mantém ligação com Tietê. Possui uma casa e familiares na cidade.

O peemedebista nasceu na cidade de Tietê em 23 de setembro de 1940

Quando Temer ainda era vice-presidente, a Prefeitura de Tietê instalou na praça Dr. Elias Garcia uma placa em homenagem ao peemedebista. O monumento tem inscrito o poema “O Relógio”, do livro “Anônima Intimidade”.

O poema faz referência a um antigo relógio que a família Temer possuía em Tietê. O presidente, que visita a cidade com frequência, compareceu à cerimônia de inauguração da placa em 2013.

O peemedebista nasceu na cidade de Tietê em 23 de setembro de 1940. O município tem 40 mil habitantes e fica a 58 quilômetros de Sorocaba. (Da Redação)

Comentários