Sorocaba e Região

Suspeitos de matar pai e filho em assalto a minimercado são presos

Os suspeitos foram apresentados à imprensa na sede da DIG na manhã desta segunda-feira (20)
Crime aconteceu em maio em um minimercado na zona norte de Sorocaba. Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (18/05/2018)

A Polícia Civil de Sorocaba prendeu dois suspeitos de terem participado de um latrocínio no dia 18 de maio, na zona norte de Sorocaba, onde pai e filho foram mortos durante um assalto a um minimercado. Um terceiro suspeito de ter participado do crime já está preso. Os outros dois suspeitos do latrocínio, um homem de 35 anos e outro de 28, foram presos no começo de julho em suas respectivas casas.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba, Acácio Aparecido Leite, um quarto suspeito de ter participado do crime foi descartado. “O primeiro detido foi pego em flagrante no dia do crime algumas horas depois e a partir da prisão dele a investigação teve continuidade. Após varias diligências a polícia chegou aos outros suspeitos”, disse Acácio.

Leia mais  Operação Panaceia detém seis e recupera nove veículos

Os suspeitos foram apresentados à imprensa na sede da DIG na manhã desta segunda-feira (20), em Sorocaba. A polícia já pediu a prisão temporária dos dois. “Vamos pedir para que seja convertida para preventiva e os três deverão ser indiciados por latrocínio. Com isso o caso está encerrado”, diz o delegado.

O assalto a um minimercado na rua Henrique Carrara Amaral Rogick, no Jardim Rodrigo, zona norte de Sorocaba, terminou com duas mortes e uma terceira pessoa baleada.

O proprietário do minimercado, José Tiburtino Ferraz, de 58 anos, trabalhava no local com sua esposa e o filho Willian Ferreira Ferraz, quando o estabelecimento foi alvo de assaltantes. Com a chegada dos bandidos, a esposa teria gritado por socorro, quando um segundo filho, Walter Antonio Wohlers Tiburtino, desceu da parte de cima do imóvel para ver o que estava acontecendo. Os três foram baleados e socorridos ainda com vida. Porém, José e Walter não resistiram aos ferimentos e morreram.

Comentários
Assuntos