Sorocaba e Região

Distrito Industrial de Capão Bonito atrai investidores

Citadini destacou que a parceria com empresários visa tornar a cidade mais atrativa para a iniciativa privada
Distrito Industrial de Capão Bonito atrai investidores
Anderson Ferreira ,Tiberany Ferraz dos Santos, conselheiro da FUA, e o prefeito Marco Citadini. Crédito da foto: Emidio Marques (23/10/2019)

O Distrito Industrial II “Senador José Ermírio de Moraes” é o principal projeto da atual gestão da Prefeitura de Capão Bonito, segundo Marco Antônio Citadini, chefe do Executivo municipal. Em visita na manhã desta quarta-feira (23) ao jornal Cruzeiro do Sul, onde foi recebido pelo conselheiro da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), Tiberany Ferraz dos Santos, o prefeito destacou que 16 novas indústrias se instalarão na cidade e que as primeiras fábricas já estão em construção. Citadini também esteve na rádio Cruzeiro FM 92,3, onde participou de entrevista no Jornal da Cruzeiro.

Citadini destacou que a parceria com empresários visa tornar a cidade mais atrativa para a iniciativa privada e dessa forma gerar mais empregos e diversificação da economia local, hoje focada principalmente na agricultura. “Já temos várias pessoas trabalhando na construção dessas indústrias, que serão dos mais variados ramos, justamente para não tornar o parque industrial dependente de um setor específico”, disse.

A cidade terá empresas do ramo alimentício, têxtil, moveleiro, cosméticos, entre outros. “Poderíamos focar só no setor madeireiro, porque a cidade tem uma produção grande, mas ficaria mais frágil diante de uma crise”, ressalta. O prefeito destacou que providenciou a terraplanagem e as instalações das redes de energia, água e esgoto, já finalizadas. Ele contou também que tem buscado recursos com o Governo Federal para realizar a pavimentação das ruas do no distrito industrial.

O reflorestamento, principalmente quando se fala em eucalipto para a produção de celulose, é um problema, segundo o prefeito. Segundo ele, se as terras fossem melhor distribuídas, a agricultura seria fortalecida e a cidade, que já tem as maiores médias de produção de soja do País, poderia se destacar ainda mais.

Saúde e educação

Citadini, durante a visita, afirmou que em Capão Bonito não há fila para a realização de mamografias e a cidade também detém um dos menores índices de mortalidade infantil. Sobre a educação, o prefeito disse que um dos principais objetivos de sua gestão é zerar a fila de espera para as vagas em creches. “Estamos trabalhando para conseguir matricular todas as crianças”, afirmou. (Da Redação)

Comentários