fbpx
Sorocaba e Região

Dinheiro em avião que decolou de Sorocaba era para compra de ouro, diz piloto

Aeronave fez um pouso forçado em Alta Floresta, no Mato Grosso, com R$ 4,5 milhões em seis malotes
Foram apreendidos mais de R$ 4,5 milhões em dinheiro. Crédito da foto: Assessoria / PJC-MT (30/6/2019)

O piloto da aeronave que decolou do aeroporto de Sorocaba e foi apreendida pela Polícia Civil no domingo (30) depois de um pouso forçado em Alta Floresta, no Mato Grosso, com mais de 4,5 milhões em dinheiro, disse aos policiais que o valor seria utilizado para a compra de ouro no Pará. A informação é da Assessoria de Comunicação Social da Polícia Judiciária Civil (PJC).

Leia mais  Polícia apreende R$ 4,5 milhões em avião que saiu de Sorocaba

 

O plano de voo da aeronave indicava que o seu destino era a cidade de Itaituba, no Pará, com duas paradas para abastecimento: uma em Jataí, em Goiás, e outra em Alta Floresta. Os policiais apreenderam uma quantia de R$ 4.679.750,00 em seis malotes.

O avião com o dinheiro caiu no Mato Grosso. Crédito da foto: Assessoria / PJC-MT (30/6/2019)

O piloto não soube explicar a procedência do dinheiro, alegando posteriormente que a quantia era proveniente da venda de um avião em São Paulo, de uma sociedade com um parceiro de negócio. Como a origem do dinheiro não foi comprovada, ele foi depositado em uma conta na Justiça. O piloto foi liberado.

Cenipa

Até a tarde desta segunda-feira (1º), o avião aguardava perícia do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). A previsão é de que os técnicos chegassem às 15h desta segunda-feira (1º) ao local.

Dependendo das condições de voo o monomotor, modelo Cessna 206T e prefixo PR-RMH, fabricado em 2005, pode ser levado para outra localidade ou permanecer em um hangar no aeroporto rural onde fez pouso forçado. (Da Redação)

Comentários