Sorocaba e Região

Dia do Desafio será em formato diferente por causa da pandemia

Este ano, para evitar aglomerações, atividade física terá de ser realizada dentro de casa
Dia do Desafio será em formato diferente
Desta vez não haverá equipes e nem disputa entre cidades. No ano passado, a competição foi com San Luis, em Cuba. Crédito da foto: Manuel Garcia / Arquivo JCS (29/5/2019)

Fruto de uma campanha global criada há 26 anos com intuito de incentivar a prática da atividade física e do esporte para combater ao sedentarismo, o Dia do Desafio acontece nesta quarta-feira (27) em um formato diferente em virtude da pandemia do novo coronavírus.

A ação tradicionalmente mobiliza milhares de pessoas nas ruas, parques, praças e empresas, mas neste ano, para evitar aglomerações, terá de ser realizada dentro de casa. “Neste ano, o Dia do Desafio também não vai ter aquela competição entre as cidades, mas vai reforçar o seu objetivo original, que é o de levar a mensagem de que a prática de atividades físicas e de esportes melhora a qualidade de vida, principalmente neste momento de quarentena, em que as pessoas estão em casa, e tendem a ficar mais sedentárias”, destaca Alisson Martins, monitor de esportes do Sesc Sorocaba.

Dia do Desafio será em formato diferente
Alisson Martins, monitor do Sesc. Crédito da foto: Divulgação

Sem o caráter competitivo, o Sesc-SP, entidade que coordena o Dia do Desafio no continente americano, pede que instituições e pessoas compartilhem hoje em suas redes sociais vídeos com práticas de atividade física, desafios, bate-papos, relatos de experiências e boas práticas relacionadas à importância da prática de esportes e movimento usando as hashtags #DiaDoDesafio e #JuntosNoDiaDoDesafio.

Leia mais  Dia do Desafio mobiliza sorocabanos nos diversos cantos da cidade

 

No ano passado, Sorocaba disputou com San Luis, em Cuba, e perdeu o desafio, já que registrou 6,10% de adesão da população ante 38,52% da cidade cubana. Para Martins, essa “disputa saudável” entre cidades do mesmo porte, é uma característica antiga do Dia do Desafio, mas não se traduz na essência da campanha. “O importante é se exercitar. E o Dia do Desfio pode ser um excelente dia para começar”, recomenda.

Dia do Desafio será em formato diferente
A educadora física Jéssica Cardoso. Crédito da foto: Divulgação

A educadora física Jéssica Cardoso assinala que a atividade regular e moderada é indicada em todas as fase da vida. “Na infância contribui com o desenvolvimento motor e cognitivo, enquanto na vida adulta ajuda a manter os níveis metabólicos saudáveis como manutenção da glicemia, pressão arterial, além de melhorar a postura e diminuir do risco de eventos cardiovasculares, como infarto”, comenta.

Leia mais  Dia do Desafio será dentro de casa este ano

 

Ela considera o Dia do Desafio uma ação importante para estimular a prática da manutenção da saúde da população. “E durante a quarentena, é mais importante ainda que cuidemos da nossa saúde, uma vez que todos estamos mais sedentários e mais do que nunca, precisamos nos manter saudáveis”, recomenda.

A profissional destaca que é possível realizar atividades físicas no quintal ou na sala de casa sem necessariamente ter equipamentos esportivos. “Mexa-se, caminhe, brinque com as crianças, pule com o cachorro, dance com os vídeos do YouTube, sente e levante do sofá algumas vezes”, recomenda. (Felipe Shikama)

Comentários