Sorocaba e Região

Dia da Árvore será marcado por várias ações em Sorocaba

Atividades da Sema incluem workshop e conscientização popular
Dia da Árvore será marcado por várias ações em Sorocaba
Alunos da rede municipal também participaram do plantio de árvores. Crédito da foto: Secom / Sorocaba

Mutirões de limpeza, plantios de árvores, ações de conscientização, doação de mudas, além de projetos como Pedala Rio Sorocaba e “Hora Verde” estão entre as iniciativas da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), para comemorar o Dia da Árvore, cuja data oficial é o 21 de setembro, próximo sábado.

Nesta quinta-feira (19), a Sema promove, das 9h às 16h, o workshop “Arborização Urbana em Sorocaba Desafios e Potencialidades”. Pela manhã, o evento contará com palestras no auditório da Biblioteca Municipal Jorge Guilherme Senger. Já à tarde, haverá minicurso no Parque Natural Chico Mendes. As vagas já foram preenchidas.

Nesta sexta-feira (20), das 9h às 10h, será realizada a “Hora Verde”, com plantios simultâneos de árvores na cidade. Inspirada pela “Hora do Planeta”, que incentiva os habitantes a apagarem as luzes durante uma hora, uma vez ao ano, alertando para as questões ambientais globais, a “Hora Verde” incentiva o plantio durante 60 minutos para difundir a importância da arborização para a qualidade ambiental e da população.

Pessoas de todas as idades estão convidadas a participar da ação nos seguintes espaços: Parque da Biodiversidade, Parque Natural Chico Mendes, Parque da Biquinha, Parque Natural do Ouro Fino, Parque da Água Vermelha João Câncio Pereira e Jardim Botânico Irmãos Villas-Bôas.

Leia mais  'Pedala Rio Sorocaba' promove integração entre ciclismo e meio ambiente

 

Outras duas áreas públicas disponíveis serão o Parque Yves Ota, na rua Aristides de Carvalho, no Jardim Iguatemi, próximo à Academia ao Ar Livre, onde serão plantadas 50 cerejeiras; e na rua Flor do Carvalho, altura do nº 860, ao lado da Escola Municipal Oswaldo de Oliveira, no Éden, que ganhará em torno de 100 mudas. Também haverá ação no jardim da Câmara Municipal. O espaço ganhará 31 exemplares arbóreos, que serão plantados por autoridades municipais e funcionários públicos.

A “Hora Verde” já acontece em Tatuí anualmente e a cada edição tem maior adesão da população. Este ano, além de Tatuí e Sorocaba, vão participar as cidades de Iperó, Porto Feliz, Itu, Ibiúna, Mairinque, Cerquilho, Boituva, Piedade e Salto de Pirapora. A proposta do plantio intermunicipal ocorre no contexto da Cooperação Técnica firmada entre Sorocaba e outras 13 cidades da região para tratar da agenda ambiental.

Neste mês, diversos plantios de árvores foram feitos em Sorocaba pela Sema, no parque do Reservatório de Detenção de Cheias (RDC) do córrego Água Vermelha, no Jardim dos Estados, numa área pública da rua Lituânia, e na praça dos Trabalhadores, no Jardim Sandra.

Projeto incentiva plantio em calçadas

Dia da Árvore será marcado por várias ações em Sorocaba
Árvores plantadas em frente a prédios públicos melhoram o ambiente urbano, segundo a Sema. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (4/5/2019)

Entre as iniciativas da Sema está o Espaço-Árvore, que consiste no plantio de mudas em calçadas de prédios públicos. Desde o início da sua implantação, em setembro de 2018, 713 mudas foram plantadas em calçadas de 79 prédios públicos da cidade.

A Sema informa que o objetivo é promover a arborização de qualidade em Sorocaba, melhorando o ambiente urbano. Um detalhe importante dessa ação é que esse plantio em calçadas garante um espaço permeável, exclusivo e permanente para o exemplar arbóreo, evitando assim o seu corte por algum tipo de conflito com demais equipamentos, como postes, tubulações ou mesmo uma entrada de garagem, que, muitas vezes, chegam depois das árvores.

A iniciativa está alinhada ao Plano Municipal de Arborização Urbana (Lei n° 10.521/2013), à Lei Municipal n° 11.815/2018, que institui o Espaço-Árvore, e à Política Municipal sobre Mudanças Climáticas (Lei nº 14.447/2016), além de ser estimulada pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, por meio do Programa Município VerdeAzul.

Leia mais  Melhora na arborização urbana depende de educação ambiental

 

Para esse trabalho, a equipe da Sema inicialmente realiza uma vistoria, caracterizando a natureza da calçada. Sendo viável o plantio no local, é feito o corte do concreto da calçada por uma equipe especializada da Coopereso (Cooperativa de Egressos e Familiares de Egressos de Sorocaba e Região), preparando assim o Espaço-Árvore. Por último, é feito o plantio de mudas pela Seção de Arborização, Manejo e Recuperação Ambiental.

De acordo com a Sema, são mais de 400 prédios públicos municipais, entre escolas, creches, UBSs (Unidades Básicas de Saúde), centros esportivos, que vem sendo vistoriados para receber o Espaço-Árvore. Entre as unidades que ganharam o plantio estão a sede da Sema, Território Jovem Ipiranga, UBS Jardim Rodrigo, Uniten Éden, E.M. Profª Inês Rodrigues Cezarotti e a E.M. Edemir Antonio Digiampietri.

A Sema lembra que a presença da arborização urbana tem comprovada eficiência para a estabilidade microclimática, redução da insolação direta e redução da velocidade dos ventos, além da melhoria das condições para a biodiversidade, redução de ruído, entre outros, desempenhando assim importante papel na melhoria da condição ambiental das cidades e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida de seus habitantes.

Para receber uma muda, a calçada deve ter uma faixa de serviço com largura mínima de 0,70m e uma faixa de passeio, destinado exclusivamente à circulação de pedestres, com no mínimo 1,20 m de largura, de acordo com a norma ABNT NBR 9050. Os espaços públicos que possuem essas características, além da faixa de serviço livre de postes e encanamentos estão aptos ao plantio. (Daniela Jacinto)

Comentários

CLASSICRUZEIRO