Sorocaba e Região

Descartes de livros provocam questionamento, e DRE explica

Exemplares foram retirados de escolas estadual na sexta-feira
Exemplares foram colocados na caçamba de uma carreta e em uma picape. Crédito da foto: Cortesia

Livros, aparentemente sem uso, foram retirados da escola estadual João Clímaco de Camargo Pires, no Jardim Alvorada, em Sorocaba, na manhã de sexta-feira (22). Os exemplares foram colocados na caçamba de uma carreta e em uma picape.

Um morador do bairro, que preferiu não ser identificado, presenciou o recolhimento dos livros. Segundo ele, a maioria deles ainda estava embalada. Não houve qualquer cuidado no manuseio. Os exemplares, diz, foram colocados dentro da carreta e da picape. “No final, eles ainda colocaram sucatas de carteiras escolares quebradas na carreta”, conta.

O morador disse acreditar tratarem-se de livros didáticos de anos anteriores. Apesar de serem edições passadas, ele considera possível a reutilização, pois os conteúdos de algumas disciplinas, como matemática, não mudam. Isto é, explica, os assuntos abordados em cada série não costumam sofrer alterações.

Leia mais  Expandindo fronteiras

Outro lado

A Diretoria Regional de Ensino de Sorocaba (DRE) informou que os livros didáticos são de 2012 a 2018, já foram utilizados pelos estudantes e que não estão mais no prazo para uso. “A escola tem responsabilidade de decidir o desfazimento desse material para reciclagem, em conformidade à Resolução SE 83/13”, justificou. (Da Redação)

 

Comentários