Sorocaba e Região

Defesa Civil quer ampliar alerta sobre chuvas intensas no Estado de SP

Órgão já avisa por SMS os moradores de locais com potencial de inundações e deslizamentos
A Defesa Civil do Estado também acompanha os índices acumulados de chuva dos municípios e as previsões meteorológicas. Foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS

Desde o dia 1º de dezembro de 2018, a Defesa Civil do Estado de São Paulo desencadeia a Operação Chuvas de Verão em todas as regiões paulistas que, além das ações de prevenção e monitoramento, conta com um sistema de envio de alertas por SMS aos celulares dos moradores com a descrição dos locais que têm chuvas mais intensas e com potencial de risco de inundações e deslizamentos.

Em entrevista concedida ontem à rádio Cruzeiro FM 92,3, o secretário da Casa Militar e Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel PM Walter Nyakas Junior, explicou como o trabalho tem sido feito durante este verão, que concentra as chuvas mais intensas do ano. Segundo ele, as ações são desencadeadas em sintonia entre o governo e os municípios, principalmente no período chuvoso do verão que vai de dezembro ao fim de março.

Sobre os alertas por SMS destinados aos celulares, o coronel Walter informou que essa é uma ferramenta importante e totalmente gratuita à disposição da população. Disse que o cidadão que tiver interesse vai enviar para o número 40199 o número de CEP que ele gostaria de monitorar. O CEP é cadastrado no sistema da Defesa Civil do Estado de São Paulo. “Se houver algum tipo de alerta para aquela região de interesse, a Defesa Civil vai enviar essa informação à população com antecedência de duas horas, para que ele se previna de algum problema que possa ocorrer”, disse o secretário.

Segundo ele, esse serviço está em expansão. A Defesa Civil tem cadastradas aproximadamente 1,5 milhão de pessoas e faz campanha para que esse número seja ampliado.

Orientações e prevenção

Na avaliação do coronel Walter, os desastres acontecem nas cidades e as defesas civis municipais precisam ter pessoas capacitadas para atender qualquer tipo de ocorrência. A Defesa Civil do governo estadual oferece, ao longo do ano, capacitação para esses profissionais e às vezes disponibiliza materiais para suporte à estrutura dos municípios.
Segundo ele, o governador João Doria (PSDB) também determinou o reforço às ações de prevenções. Com esse objetivo, a Defesa Civil dá atenção especial para regiões que, principalmente por suas características de relevo e bacia hidrográfica, necessitam de observação mais atenta. O órgão oferece treinamento às equipes municipais antes do período chuvoso.

Além disso, também engloba acompanhamento dos acumulados de chuva dos municípios, as previsões meteorológicas e as vistorias de campo. “A partir do momento que é detectado algum problema nos municípios, enviamos apoio técnico para as regiões”, acrescentou. O apoio é integrado por técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e do Instituto Geológico da Secretaria do Meio Ambiente.

Preservar a vida

Como orientação à população, Walter também disse que “o bem maior” que as pessoas têm que preservar é a vida. Lembrou que, por vezes, pessoas se aventuram em regiões alagadas ou enxurradas com o objetivo de preservar o patrimônio material.

Segundo ele, esse tipo de comportamento representa risco: “O patrimônio a gente de alguma forma vai recuperar, o que a gente tem que preservar são as vidas. A gente orienta a população para que não arrisque sua vida de forma alguma, sempre obedecendo as orientações da Defesa Civil do município, do Estado, dos bombeiros, de todos os órgãos de emergência.” (Da Redação)

Comentários