Covid-19 Sorocaba e Região

Cuidadoras de idosos relatam dificuldade com o transporte coletivo de Sorocaba

Embarque ocorre após apresentação de documento sobre atuação
Preso suspeito de importunar sexualmente mulher em ônibus de Sorocaba
Situações foram relatadas após acordo entre Prefeitura de Sorocaba e sindicato da categoria . Crédito da foto: Emídio Marques (19/3/2019)

 

Duas cuidadoras de idosos, que residem na zona norte de Sorocaba, relatam dificuldade em usar o transporte coletivo de Sorocaba, mesmo após liminar que determina 60% dos ônibus em horários de pico na cidade. A situação ocorre também após um acordo entre o Sindicato dos Rodoviários e a Prefeitura de Sorocaba.

A cuidadora Maria Alves de Barros, que reside no bairro Vitória Régia, na zona norte de Sorocaba, foi uma das cuidadores que teve dificuldade para embarcar. Ela conta que foi questionada pelo motorista sobre qual atividade exercia. Em uma das situações, ela teve que se utlizar do serviço de transporte por aplicativo para se locomover ao trabalho.

Adolfo Augusto Rovaroto Antunes, que é o contratando dos serviços das cuidadores, reclama. “Minha avó de 101 anos, acamada após recuperação de cirurgia ortopédica de colocação de placa no fêmur, que se quebrou após queda”, comenta. “Como devo proceder se não há nada regulado nos sites governamentais e se o número 156 da Prefeitura de Sorocaba não atende?”, questiona

Leia mais  Boletins semanais terão mapa de casos da Covid na cidade

Ele teve que preparar uma declaração para que fosse apresentada pelas cuidadoras no hora do embarque. “Pesquisei nos sites da URBES, do município de Sorocaba e do Estado de São Paulo e não encontrei nada acerca do assunto. Achei, apenas, uma regulação do Governo do Estado do Rio de Janeiro”, conta.

Comentários