Sorocaba e Região

Crimes em Sorocaba e região vêm caindo desde fevereiro deste ano

A maior queda foi no número de furtos de carros com 126 casos a menos em comparação a 2019
Crimes em Sorocaba e região vêm caindo desde fevereiro deste ano
A queda maior na região ocorreu nos crimes contra o patrimônio. Crédito da foto: Fábio Rogério (7/10/2020)

Os indicadores de roubos e furtos, os chamados crimes patrimoniais, fecharam o mês de setembro deste ano com uma redução significativa na região dos 79 municípios que têm sede em Sorocaba.

Desse modo, a maior queda foi no número de furtos de carros. Portanto, as cidades registraram 126 casos a menos em comparação com o mesmo período de 2019. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (19) pela Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP).

Conforme a SSP, o recuo nos índices da atividade criminosa começou no início de fevereiro de 2019, com 12 casos a menos em relação ao mesmo mês de 2018. No entanto, outros crimes também tiveram redução de ocorrências.

Furtos em queda

Furtos em geral estão há 16 meses consecutivos em queda. Mas o maior declínio deste crime foi registrado em agosto deste ano. A quantidade caiu de 1.957 para 1.172, na comparação com o oitavo mês do ano passado.

Ainda de acordo com a secretaria, os furtos em geral tiveram queda de 40,1%. Já os furtos de veículos, por exemplo, decaíram 46%. Os dados referem-se ao comparativo entre setembro de 2020 e 2019.

Leia mais  Eleição 2020 é a 13ª com urna eletrônica

Roubos também diminuem

Em agosto, os roubos em geral diminuíram 50,7%, em comparação com o mesmo período do ano anterior, com 186 ocorrências a menos. O mesmo aconteceu com roubos de veículos, que tiveram queda de 33,3% nos indicadores. Dessa forma, conclui-se que os dois tipos tiveram os menores índices da série, iniciada em 2001.

Conforme as polícias Militar e Civil, a pandemia do novo coronavírus e a reorganização de estruturas de segurança são fatores que explicam esse resultado.

Em entrevista ao jornal Cruzeiro do Sul no dia 13 de outubro, o comandante do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), coronel Aleksander Lacerda, assinalou também a cooperação da Polícia Militar com as guardas civis municipais e com a Polícia Civil. Citou, ainda, o projeto Vizinhança Solidária, como motivos para a redução da criminalidade.

Denúncias de crimes ajudam

Na mesma ocasião, o delegado Rodrigo Ayres, da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), destacou, além da criação da própria Deic, as modernizações nas delegacias de Ibiúna, Votorantim e Araçoiaba da Serra. Destacou, também, a implantação de um canal de denúncias por WhatsApp (99805-1751).

Leia mais  Concursados têm de enviar títulos on-line até o dia 18

Sobre a pandemia, Lacerda afirmou que, além da menor circulação de pessoas, esse período também permitiu um redirecionamento do efetivo da Polícia Militar para ações preventivas.

Ayres, por sua vez, observou também que a criminalidade está associada à oportunidade. Ou seja, ele faz um alerta para a necessidade de a polícia se antecipar à “migração” dos tipos de crimes durante o distanciamento social.

Em Sorocaba, também houve queda

A cidade Sorocaba também se destacou nesses comparativos. Com uma diminuição de 41,7% de furtos de veículos, houve o registro de 80 casos a menos na relação entre setembro de 2020 e 2019.

Em setembro do ano passado, 103 veículos foram furtados, enquanto 43 automóveis foram furtados no mesmo mês de 2020.

Já sobre furtos em geral (excluindo veículos), os dados indicam um recuo de 69% na comparação entre o mesmo período. Ou seja, reduziram de 526 em setembro do ano passado para 363 em 2020.

Leia mais  Prazo de inscrição para creches de Sorocaba termina sexta-feira

A comparação do mês de agosto deste ano e do ano anterior também demonstrou queda dos dois crimes.

Roubos de veículos passaram de 109 casos, no ano passado, para 44 casos, neste ano. Dessa forma, houve uma diminuição de 591 em geral para 303. (Kally Momesso – programa de estágio. Supervisão: Eric Mantuan)

Comentários