Sorocaba e Região

Consórcio Sorocaba aciona o TRT-15 contra paralisação do transporte

Paralisação pode atingir o transporte urbano, intermunicipal, rodoviário, de fretamento e de cargas
Consórcio Sorocaba ajuizou ação no TRT-15 contra a paralisação do transporte de Sorocaba. Crédito da Foto: Luiz Setti/Arquivo JCS (3/10/2015)

A Consórcio Sorocaba (Consor), operadora do lote 1 do transporte coletivo urbano de Sorocaba, ajuizou na terça-feira (11) no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15) uma ação judicial visando garantir a continuidade da prestação do serviço de transporte coletivo na sexta-feira (14).

Leia mais  Mobilização nacional quer parar o transporte coletivo na sexta-feira

 

Nessa data, o movimento da regional Sorocaba da Frente em Defesa da Aposentadoria realizará paralisação entre 0h e 23h59 contra a reforma da Previdência, os cortes de verbas na educação e o desemprego. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba, a ação poderá abranger o transporte urbano, intermunicipal (suburbano), rodoviário, de fretamento e de cargas nas cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Em nota enviada à imprensa, a Consor afirmou que manteve diálogo aberto com o sindicato e respeita o posicionamento por ele tomado, mas, por não concordar com a decisão, ajuizou a ação judicial. “Pelo apresentado ficou claro que não há uma única irregularidade nos direitos dos funcionários da Consor, sobretudo porque zelamos pelo bem-estar de todos e, principalmente pelo cumprimento de todas as nossas obrigações. Entendemos que outras formas de protesto podem representar a vontade do trabalhador sem, entretanto, trazer um prejuízo à população”, afirma o texto.

Responsável pelo transporte coletivo em Votorantim, além de linhas intermunicipais, o Grupo São João informou que foi notificado pelo sindicato e que, pelo teor da referida notificação, não poderá colocar seus veículos em circulação na data. “Ressaltamos que somos contra o ato e que vamos adotar as medidas necessárias para evitá-lo. No entanto, caso o protesto se efetive sem que as autoridades competentes possam impedir, vamos priorizar a preservação da integridade dos nossos colaboradores e passageiros, evitando assim qualquer tipo de confronto”, afirma a empresa, em nota.

A Piracema confirmou que não irão circular as suas linhas entre Sorocaba, Cercado, Salto de Pirapora e Pilar do Sul. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO