Sorocaba e Região

Condomínio refuta afirmação da vice-prefeita sobre entrada e saída

Em nota, empresa de segurança pede à Jaqueline Coutinho que apresente as informações divulgadas por ela na imprensa
Vice-prefeita Jaqueline Coutinho vê divergências. Crédito da foto: Emidio Marques

A Sociedade de Melhoramento do Parque Ibiti do Paço, que administra o condomínio Ibiti do Paço, na zona industrial, onde reside a vice-prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PTB), enviou nota de esclarecimento ao Cruzeiro do Sul, na qual contesta fala da vice com relação ao gerenciamento de acesso do local. Conforme notícia publicada pelo jornal dia 5 deste mês, Jaqueline Coutinho informou que o relatório de entrada e saída do local, que embasou parte da denúncia do Ministério Público sobre o caso da prestação de serviço particular por um ex-servidor do Saae, pode não corresponder à realidade. O texto reitera que ela teria feito um teste para comprovar a situação.

Na nota, assinada pela diretora-presidente Rosana Maria Ancona Mateus, há a alegação de que a empresa que presta o serviço de segurança privada e de controle de acesso do local é extremamente especializada, que a empresa tem sede em São Paulo e atua junto a multinacionais e outras grandes empresas. O texto diz que o relatório de “controle de acesso fornecido às autoridades, quando solicitados, representa de forma fidedigna a realidade”. O documento ainda fala que caso a vice-prefeita tenha as informações relatadas por ela, que as apresente.

Leia mais  Operação contra aglomerações notifica 40 estabelecimentos em Sorocaba

A vice-prefeita manteve seu posicionamento e explanou sobre a situação. “Analisando os relatórios de entrada e saída constantes do processo, observei que havia discrepância e divergências quanto a horários. Então requeri os relatórios de entrada saída meus, referentes a 2017 e dos últimos meses de 2019. Eles forneceram, eu os tenho. Posso dizer, conforme os relatórios que eles enviaram, que existem duplicidade de entradas, saídas e em 2017 constam entradas minhas sem saída durante 30 dias, uma e outra semana, o que é impossível já que eu tenho uma rotina dinâmica”, lembrou Jaqueline Coutinho. (Marcel Scinocca)

Comentários