Buscar no Cruzeiro

Buscar

Comerciante é morto durante assalto em Sorocaba

12 de Janeiro de 2021 às 16:44
Vinicius Camargo [email protected]

As vítimas são proprietárias da mercearia. Crédito da foto: Fernando Rezende (12/01/2021)

Atualizada às 17h 

Um comerciante, de 63 anos, foi morto durante um assalto, no Jardim Magnólia, em Sorocaba, na tarde desta terça-feira (12). O empresário foi atingido por um tiro enquanto tentava socorrer o filho, de 36 anos, também baleado. Dois homens são suspeitos de ter praticado o roubo. Até o momento, eles não foram localizados.

Segundo a Polícia Militar, as vítimas são proprietárias de uma mercearia na Alameda Celidônio do Monte, situada no bairro. Quando ocorreu o crime, ambos trabalhavam no mercado. Durante o expediente, por volta de 12 horas, o filho saiu do estabelecimento e foi até a esquina da rua, para fumar. Enquanto manuseava o celular, foi surpreendido com a chegada da dupla em uma motocicleta. Ao perceber se tratar de um assalto, tentou correr, mas foi baleado duas vezes pelo garupa da moto. Os tiros atingiram o ombro direito dele. Ferido, o homem caiu no chão, e nesse momento, o suspeito arrancou uma corrente do pescoço e uma pulseira do braço dele. Conforme a PM, os acessórios eram de ouro.

Ao ver o filho caído, o pai correu para tentar socorrê-lo, mas também foi baleado no peito. Ele chegou a ser levado para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), mas não resistiu. A outra vítima foi encaminhada para um hospital particular da cidade e, de acordo com a PM, não corre risco de morrer.

Depois do crime, os suspeitos fugiram. A polícia fez buscas no bairro, porém, não os encontrou. Imagens das câmeras de segurança do mercado registraram toda a ação. A Polícia Civil analisará as gravações, para tentar identificar os homens. O 3º Distrito Policial (DP) de Sorocaba investigará o caso.

A ocorrência foi registrada no Plantão Policial Norte, como latrocínio (roubo seguido de morte).

 50 anos

Familiares contaram à polícia que o idoso tinha o comércio no local há 50 anos e nunca havia sido vítima de assalto. Já o filho relatou ter visto a dupla circulando pelos arredores do estabelecimento no dia anterior (segunda-feira, dia 11). "Provavelmente, a intenção deles era assaltar o filho e, depois, a mercearia", informou o cabo Gileno, da PM. (Vinícius Camargo)