Sorocaba e Região

City começa a operar 59 linhas de ônibus em Sorocaba

Nova empresa vai operar o lote 2 do transporte coletivo e substituirá a STU
Inicialmente, a City vai operar com 60 ônibus em Sorocaba. Posteriormente, frota deve ser ampliada para 153. Crédito da foto: Fábio Rogério (02/04/2021)

A empresa City Transporte Urbano Intermodal passa a operar 59 linhas de ônibus em Sorocaba, a partir desta sexta-feira (2). A concessionária substituirá a Sorocaba Transportes Urbanos (STU) na operacionalização do chamado lote 2 do transporte coletivo. A City assumirá o serviço em caráter emergencial, pelo prazo de até 180 dias. Em nota, a empresa confirmou o início das suas atividades na cidade.

O anúncio sobre a entrada dos novos veículos em circulação foi feito pelo prefeito Rodrigo Manga (Republicanos), nesta sexta (2), no Terminal Santo Antônio, e transmitido ao vivo nas redes sociais. Na ocasião, estavam presentes, ainda, o diretor da Urbes – Trânsito e Transporte, Luiz Carlos Siqueira Franchim, o diretor de transporte da empresa pública, Adriano Brasil, os secretários municipais André Maximiliano Moron Machado, de Mobilidade e Desenvolvimento Evstratégico, e Fausto Bossolo, de Administração, além de Roberto Abreu e Marco abreu, sócios proprietários da City.

O lote 2 abrange 59 itinerários, responsáveis por atender as regiões oeste, leste e sul. Segundo a Urbes , a nova empresa já começou a op erar em todas essas linhas. Já Manga informou que, inicialmente, os ônibus vão circular nos bairros mais necessitados. Ainda conforme a empresa pública, futuramente, a City vai rodar com 153 veículos, mesmo número da frota da empresa anterior.

Leia mais  WhatsApp fará pré-cadastro da vacinação contra a Covid

De acordo com a empresa pública, a concessionária irá trabalhar no município com frota de 60 ônibus zero quilômetro. Eles são equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares e outros aparelhos eletrônicos. Além disso, haverá três veículos superarticulados, com 23 metros de comprimento. O modelo, informa a Urbes, tem maior capacidade de transporte de passageiros. O lote conta, ainda, com outros 43 ônibus zero quilômetro, sem os recursos tecnológicos, e outros 50 comprados da STU. Os novos veículos, afirma a empresa, também possuem motor Euro 5, que garante reduzido impacto ambiental.

A City substituirá a frota de forma gradativa. Segundo informações da Urbes, a empresa assumiu a contratação dos funcionários da STU e cumprirá com todos os direitos trabalhistas.

Passageiros elogiaram o conforto dos novos ônibus. Crédito da foto: Fábio Rogério (02/04/2021)

 Escolha da empresa

A concessionária foi selecionada, detalha a empresa pública, após pesquisa de mercado e cotação de preços. “A City foi a única empresa que cumpriu todas as exigências de habilitação e menor preço”, diz. O valor estimado do contrato é R$ 58 milhões. Ele foi assinado no ultimo dia 12 de março. “O equilíbrio econômico-financeiro do contrato foi exigência legal na contratação”, completa.

Já o novo edital, para contratação de uma concessionária em definitivo, será lançado ainda no mês de abril. O atual processo, pontua a Urbes, está suspenso para atualização das cotações e dos índices, pois os dados estão defasados.

Leia mais  Liga Somos Basquete promove campanha para arrecadar alimentos

 Passageiros

Passageiros aprovaram os novos ônibus. O cabeleireiro Everton da Silva, de 28 anos, disse ter percebido as mudanças logo ao entrar no veículo da linha 77 – Santa Bárbara. A novidade que mais o agradou foi o ar-condicionado. Os ônibus da STU, conta, não tinham esse recurso. Por isso, os usuários se sentiam desconfortáveis, diante de altas temperaturas e, especialmente, quando os veículos estavam lotados. Silva igualmente se surpreendeu com o fato dos ônibus oferecerem conexão com a internet. “São mais confortáveis, muito limpos e organizados”, destacou.

A técnica em química Edinéia Benedicto, 59 anos, também elogiou a higiene, o conforto, as proteções dos bancos e a estabilidade dos ônibus ao transitar. Ela pegou um veículo da linha 48 – Aparecidinha via Castelinho. Para Edinéia, as tomadas para carregar aparelhos eletrônicos nos coletivos serão úteis e funcionais. Ela citou como exemplo o caso de estar atrasada para o trabalho e sem bateria no celular. Agora, se isso acontecer, poderá carregá-lo e avisar o chefe. “Até me senti como se estivesse em um avião”, brincou.

Leia mais  Sorocaba registra mais 391 casos confirmados da Covid-19

O Cruzeiro do Sul questionou a STU sobre a substituição. Porém, não obteve retorno. (Vinicius Camargo) 

Comentários