Covid-19 Sorocaba e Região

‘Churro Solidário’ arrecada 2,5 toneladas de alimentos para doação em Sorocaba

De acordo com os organizadores, até o momento, 150 famílias já foram assistidas e receberam as cestas básicas
'Churro Solidário' arrecada 2,5 toneladas de alimentos para doação
Voluntários trocam o churro por alimentos não perecíveis. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (2/5/2020)

Em um momento que diversas pessoas enfrentam dificuldades financeiras, por conta da pandemia do novo coronavírus, pequenas ações tem ajudado a garantir comida na mesa das famílias. Para engrossar esse caldo de solidariedade, o autônomo Alisson Amatino de Souza resolveu criar o “Churro Solidário”, uma forma de trocar churros por alimentos não perecíveis.

Com o carrinho de churros nos estacionamentos de supermercados da cidade, a iniciativa já conseguiu arrecadar 2,5 toneladas de alimentos. De acordo com os organizadores, até o momento, 150 famílias já foram assistidas e receberam as cestas básicas.

'Churro Solidário' arrecada 2,5 toneladas de alimentos para doação
Alimentos foram arrecadados em troca de um churro. Crédito da foto: Vinicius Fonseca (2/5/2020)

Cada quilo de alimento não perecível é trocado por um churro de doce de leite. Quem realiza as doações adoça a vida e ao mesmo tempo garante o sustento de quem enfrenta as dificuldades por conta da Covid-19.

O idealizador do “Churro Solidário” explica que já havia trabalhado vendendo a sobremesa e decidiu utilizar os conhecimentos culinários para angariar os mantimentos. “Vendo essa crise toda do coronavírus eu resolvi que iria ajudar o próximo. Para nós é difícil, imagine para quem tem menos? Ai eu chamei meus amigos para colocar em prática e eles toparam,” disse o morador do Jardim Iguatemi.

Inicialmente, o grupo pretendia ajudar apenas 10 famílias, mas diante do sucesso conseguiram levar comida a muito mais mesas. “Os dois primeiros dias a gente já arrecadou 500 quilos de alimentos só no meu bairro, foi um sucesso. Depois continuamos, fomos aos bairros de Aparecidinha, Vila Progresso, na Vila Hortência e outros pontos”, relembra Souza.

Força-tarefa

Nove pessoas são responsáveis por todo o trabalho do projeto. Elas realizam o cadastro das pessoas, recebem doações de insumos para produção da sobremesa, preparam as massas de churro, organizam as arrecadações em cestas básicas e entregam os donativos diretamente nas residências das famílias.

Depois de arrecadar os produtos, os integrantes realizam a separação em cestas básicas e distribuem as unidades às famílias que integram um cadastro realizado via Whatsapp. Quem estiver enfrentando dificuldades pode procurar por ajuda por meio dos telefones (15) 9-8181-2699 e (15) 9-9828-0734.

Anelly Correa de Mattos é uma das integrantes do projeto social. Responsável pelo manuseio e preparo dos doces, ela conta sobre a alegria de poder colaborar no projeto. “Dói muito ver a necessidade das pessoas, mas quando você entrega uma cesta e vê a felicidade nos olhos deles, é muito gratificante. A gente agradece demais a todos que fazem as doações e nos ajudam,” salienta.

Unindo forças

Além das trocas de alimentos por churros, o projeto ainda busca parcerias para aumentar o número de doações e de famílias assistidas. Para isso, o grupo se uniu ao “Sorrido do Bem”, uma ação social que troca máscaras de proteção por donativos. Com o auxílio de três costureiras, o projeto já conseguiu produzir mil unidades.

Na primeira etapa de arrecadação, o projeto angariou três toneladas de donativos. Eles foram trocados pelas máscaras de pano, utilizadas na proteção da Covid-19.

Os alimentos recebidos são doados diretamente às famílias. Responsável pela iniciativa, Fábio Simoa explica que muitas pessoas têm procurado o projeto. “Às vezes, elas têm vergonha de pedir ajuda, porque nunca necessitaram, mas agora elas precisam. A gente atende pelo telefone, visita a família e leva as cestas básicas,” relata Simoa.

Próxima parada

Nesse domingo (3), os projetos “Sorrido do Bem” e “Churro Solidário” participarão de uma ação no bairro Parque das Paineiras, zona norte da cidade. A troca de donativos por máscaras e churros será realizada das 9 horas às 12 horas, em frente a um supermercado na avenida Olinda Aires Paulete, número 1.142.

Leia mais  Campanha do Estado com doações da iniciativa privada destina R$ 100 mil reais para a Santa Casa

 

No próximo sábado, 9 de fevereiro, o grupo de voluntários estará em um posto de combustíveis. Ele fica na avenida Dom Aguirre, no Jardim Santa Rosália.

Quem quiser contribuir com a ação de solidariedade também pode doar quantias em dinheiro, ou insumos para a produção dos churros, como farinha, leite, óleo, doce de leite, açúcar, entre outros. Os interessados podem entrar em contrato com os organizadores do projeto pelos telefones (15) 9-8181-2699 e (15) 9-9828-0734. (Wesley Gonsalves)

Comentários