Sorocaba e Região

Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local

São 24 empresas do segmento no município; cadeia produtiva envolve indústria, serviços e comércio
Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local
Foram produzidos 13 milhões de litros por 13 microcervejarias de Sorocaba no ano passado, de acordo com associação. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (17/10/2020)

Sorocaba possui 24 cervejarias artesanais registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que, segundo representantes do setor, colocam o município como um novo e promissor polo cervejeiro do País.

De acordo com dados da associação que congrega 13 microcervejarias da cidade, em 2019 foram produzidos 13 milhões de litros de cerveja. O faturamento foi de R$ 30 milhões, com a geração de 120 empregos diretos.

O potencial deste segmento, responsável por movimentar uma complexa cadeia produtiva, que envolve indústria, serviços e comércio, é reconhecido como Arranjo Produtivo Local (APL) pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local
Consumidores apreciam métodos artesanais, que usam ingredientes selecionados. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (17/10/2020)

O APL é composto por um conjunto de empresas de um segmento produtivo, localizadas na mesma região e trabalhando de forma cooperada. Na prática, esse reconhecimento traz como principais vantagens o acesso à políticas destinadas ao fortalecimento do setor, como a qualificação de mão de obra e possibilita a participação em editais de fomento e acesso à linhas de crédito específicas.

R$ 2,1 bilhões

O reconhecimento de APL Cervejeiro na região foi concedido em junho à Cerveja Livre, Associação das Microcervejarias do Interior do Estado de São Paulo. A entidade foi criada em 2018 com o objetivo de organizar e fortalecer o segmento e a cultura cervejeira na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). Além das 13 fábricas, a associação congrega distribuidores e revendedores, bares e restaurantes, foodtrucks, sommeliers cervejeiros e as chamadas “cervejarias ciganas”, como são chamadas as marcas que usam a estrutura de uma outra cervejaria para produzir o seu próprio rótulo.

Leia mais  Todo o Estado de São Paulo entra na fase vermelha a partir deste sábado (6)
Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local
Bruno é presidente da Associação das Microcervejarias do Estado de São Paulo. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (17/10/2020)

Com isso, Sorocaba passa a contar com quatro APLs (ao lado do Metalmecânico, Aeronáutico e Energia Renováveis) que, juntas, movimentam mais de R$ 2,1 bilhões na economia sorocabana e geram mais de 11 mil empregos. “O reconhecimento de APL é o primeiro passo. Agora temos mais força e uma conversa mais direta com o poder público (estadual), mas ainda precisamos entender o que isso vai trazer de ganho para nós”, afirma o presidente da Cerveja Livre, Bruno Cenci Antunes.

Ele destaca que no momento a entidade está realizando um mapeamento aprofundado de toda a cadeia produtiva, dos fornecedores de tampinhas e insumos aos funcionários dos pontos de venda, que ajudará a entender o setor e apontar as prioridades, como qualificação de mão de obra e criação de um laboratório de análises de uso compartilhado.

Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local
Existe roteiro de visita às microcervejarias de Sorocaba. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (17/10/2020)

Além de presidente da Cerveja Livre, Antunes é proprietário da Cervejaria Happy Brew. A fábrica, que fica no Alto da Boa Vista, conta com sete funcionários, tem capacidade para produzir 17 mil litros por mês e é uma das mais de mil microcervejarias existentes no Brasil. Somente no Estado de São Paulo são mais de 190. De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Cerveja Artesanal, Carlo Giovanni Lapolli, a região de Sorocaba tem um posicionamento estratégico e muito importante para a cena cervejeira brasileira.

Polo regional se torna atrativo turístico

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Renato Ribeiro Monteiro, considera que o reconhecimento da região como polo cervejeiro tende a e favorecer a atração de apreciadores para consumo, criando um novo atrativo turístico. “A divisão de Fomento ao Turismo da secretaria tem observado esse polo e vem mapeando a questão para potencializar ainda mais o setor como rota turística”, diz.

Leia mais  Ruas e avenidas ficam vazias na primeira noite de restrição
Cervejarias artesanais vivem expansão em Sorocaba e têm arranjo produtivo local
Luís Bramante: cultura da cerveja artesanal vem ganhando mais adeptos. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (17/10/2020)

Fundador e gestor da Associação das Microcervejarias do Interior do Estado de São Paulo – Cerveja Livre, Luís Bramante destaca que o polo cervejeiro na cidade começou a tomar forma depois que empresas se uniram para buscar estratégias para aumentar a base de consumidores da bebida artesanal. “Foi um ganha-ganha, porque o desafio é muito grande. Hoje o consumo de cerveja artesanal representa menos de 2% de todo o mercado de cerveja do País (dominado pelas gigantes do setor), então foi preciso se unir para fortalecer”, observa. Além de dar mais poder de negociação junto aos fornecedores e aos pontos de venda, um dos objetivos da entidade, assinala Bramante, é fomentar a chamada “cultura da cerveja artesanal” e de sua história, por meio de cursos, festas e eventos.

Um dos componentes dessa cultura, afirma, é estar sempre pesquisando e degustando novos rótulos. Para estimular essa prática, a associação acaba de lançar o “Passaporte Cerveja Livre”, que convida o consumidor a visitar as fábricas da cidade. Em cada uma das cervejarias associadas, o visitante recebe um carimbo que, ao serem colecionados, dão direito a brindes. A ação, que contou com tiragem de mil passaportes, também deve ajudar a incrementar base de dados dos clientes das cervejarias associadas. (Felipe Shikama)

Comentários