Sorocaba e Região

Câmara reabre ao público e passa a realizar sessões 100% presenciais

A Câmara deve voltar a receber o público na próxima terça-feira (23)
Câmara reabre ao público e passa a realizar sessões 100% presenciais
Na sessão de terça-feira (23), público poderá ocupar 40% da lotação do auditório. Crédito da foto: Pedro Negrão (9/2/2021)

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Sorocaba editou ontem (19) o ato oficial 06/2021 que autoriza, a partir da próxima segunda-feira (22), a reabertura da Casa de Leis à população das 8h às 17h, após a reclassificação de Sorocaba para a fase amarela do Plano São Paulo de combate à Covid-19. A decisão, um anseio da população, foi comemorada pelo presidente Cláudio Sorocaba (PL).

“A Casa do Povo ficar fechada para a população foi um período muito triste. Essa pandemia está deixando marcas difíceis de superar, mas nós vamos adiante. Nosso Legislativo, mesmo sem o acesso da população no prédio, já bateu o recorde histórico de produtividade. E vamos continuar trabalhando, tanto eu como os 19 colegas e os funcionários dessa casa, sempre pelo bem da população de Sorocaba”, disse o presidente.

Leia mais  Saae retira algas da bacia de contenção do Jd. Abaeté

A Câmara deve voltar a receber o público na próxima terça-feira (23), cumprindo todas as medidas de segurança necessárias, em virtude da pandemia. Por Sorocaba estar na fase amarela do Plano São Paulo é permitida apenas a presença de 40% da lotação do auditório da Casa de Leis durante as sessões e audiências públicas. As cadeiras serão separadas e demarcadas por fitas, para garantir o distanciamento mínimo entre as pessoas.

A sede do Legislativo sorocabano também dispõe de aferidores de temperatura corporal e não será permitido o acesso de pessoas com febre, como determina o protocolo da Vigilância Epidemiológica.

De acordo com o ato oficial , o horário de funcionamento, das 8h às 17h, também fará com que todos os servidores retornem à sua jornada normal de trabalho presencial. (Da Redação, com informações assessoria de imprensa da Câmara de Sorocaba)

Comentários