Sorocaba e Região

Vereadores encontram problemas em prédio da Câmara de Votorantim: ‘Gambiarra total’

No forro, de madeira, alvo de cupins, é visível o desleixo
Vereadores encontram problemas em prédio da Câmara de Votorantim. Crédito da foto: Fernando Rezende (28/1/2021)

Problemas elétricos poderão comprometer os trabalhos da Câmara de Votorantim, pelo risco de sobrecarga e eventual incêndio. Há a expectativa da necessidade de uma reforma no sistema do prédio.

A informação é do presidente da Casa, vereador José Cláudio Pereira, o Zelão (PT). A reportagem do Cruzeiro do Sul esteve no prédio, ontem (28).

Os problemas vão além das questões elétricas, a mais grave, mas passam também por trabalhos, aparentemente incompletos, infiltrações e até uma saída de emergência lacrada com uma corda.

De acordo com o parlamentar, se percebeu o problema com o funcionamento dos aparelhos de ar-condicionado da Câmara. Quando todos eram ligados ao mesmo tempo, o sistema simplesmente desligava.

Com isso, ele foi informado por um servidor que o sistema elétrico do prédio apresentava um grave problema. O mesmo servidor teria informado que houve até projeto para se consertar a falha, mas que nunca foi executado. O problema estaria ocorrendo há anos.

Leia mais  Preso por tráfico tinha catálogo para vender drogas pela internet
Vereadores encontram problemas em prédio da Câmara de Votorantim. Crédito da foto: Fernando Rezende (28/1/2021)

“Ficamos muito preocupados com a situação que encontramos no forro”, diz o vereador. Conforme ele, sem lembrar de detalhes, esse projeto não executado teria custado em torno de R$ 10 mil.

No forro, de madeira, alvo de cupins, é visível o desleixo. Há áreas com vários buracos. Um emaranhado de fios é a fonte da preocupação e de possíveis problemas.

“Você não sabe o que é elétrico, o que tem corrente, o que não tem. É uma gambiarra total”, diz. Ele lembrou que o prédio da Câmara é antigo, passou por várias reformas, menos na parte elétrica.

Para o presidente, há a possibilidade de negligência nas últimas reformas. “Só foram fazendo puxadinho”, diz.

O vereador Cirineu Barbosa (PMN), 1º secretário da Mesa Diretora, afirma que foram feitas reformas no telhado, sem que houvesse a troca do madeiramento, comprometendo ainda mais a situação.

O último trâmite para a reforma mostrava um custo de aproximadamente R$ 125 mil. O problema, é que a Câmara de Votorantim passou por várias reformas nos últimos anos.

Leia mais  Poupatempo funciona nos dias de Carnaval

O atual presidente, que assumiu no início deste mês, teme a repercussão negativa, caso haja, de fato, a necessidade da reforma, mas diz que fará, pela segurança dos servidores e da população e também pela manutenção dos trabalhos legislativos de forma segura.

Entretanto, ele avalia a possibilidade de um técnico da Prefeitura de Votorantim avaliar a situação, definindo se há ou não a necessidade do trabalho.

Vereadores encontram problemas em prédio da Câmara de Votorantim. Crédito da foto: Fernando Rezende (28/1/2021)

Mais problemas

A reportagem fez um tour pelo Legislativo votorantinense. As “rebarbas” estão por várias partes do prédio. Há, por exemplo, uma espécie de alçapão que, aparentemente, foi inativado, com tijolos ainda à mostra.

Há falta de cerâmica em alguns pontos. As infiltrações saltam aos olhos em outros. Há janelas e pedras assentadas sem o devido acabamento.

Uma porta não fecha e por isso, precisa ser “lacrada” com uma corda e fica em uma saída de emergência, ainda é escorado com um extintor.

Leia mais  Union Planeta será construído em área nobre do Alto da Boa Vista

A rampa de deficientes para o acesso ao plenário é considerada inadequada. Tudo já teria sido pago pela Câmara.

Bruno Martins (Democratas), que foi presidente da Câmara entre 2017 e 2018, afirmou que em sua gestão foi feito de tudo para melhorar as condições do prédio para que os vereadores pudessem atender a população adequadamente.

Já o vereador Alison Andrei Pereira de Camargo, o Pastor Lilo (Democratas), diz que realizou as reformas da melhor forma possível.

“Tudo que chegou ao meu conhecimento de caráter de urgência, nós procuramos realizar da melhor forma possível. Agora, quanto a questão da parte elétrica, se chegou até a atual gestão, com certeza o presidente vereador Zelão fará da melhor forma possível.”

A Prefeitura de Votorantim afirmou que não foi oficiada sobre o “empréstimo” do servidor, “mas está a disposição de contribuir com o necessário”. (Marcel Scinocca)

Comentários
Assuntos