Sorocaba e Região

‘Caça ao coelho’ atrai crianças e adultos no Sábado de Aleluia

Evento foi realizado no espaço Smart Mall Facens, no Pátio Cianê
Caça ao coelho atrai crianças e adultos no Sábado de Aleluia
Samuel, com os pais Jéssica e Alex. Crédito da foto: Emidio Marques

O Sábado de Aleluia foi dia de diversão para cerca de 50 crianças que participaram do desafio de “Caça ao coelho”, realizado no espaço Smart Mall Facens, no Pátio Cianê.

Inaugurado em outubro do ano passado pela Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) o espaço tem como finalidade aproximar a população da produção acadêmica e promover a educação tecnológica e a troca de conhecimento. Ontem à tarde, na dinâmica especial em alusão à Páscoa, os monitores da instituição convidavam crianças para participar de uma “caça ao coelho” pelas dependências do espaço, sendo recompensadas com brindes ao final.

Orientado pelas dicas de “quente” e “frio” dadas pela mãe, a dona de casa Jéssica Elisa Rodrigues Amilcar, Samuel, que completou 5 anos na última sexta-feira (19), não encontrou grandes dificuldades para localizar o coelinho que estava em uma das prateleiras do espaço. “É um momento de lazer diferente, acabou sendo um presente de aniversário dele”, comentou o pai Alex dos Santos Amilcar, que trabalha como porteiro.

Caça ao coelho atrai crianças e adultos no Sábado de Aleluia
Thalles e o pai, Diego Garcia. Crédito da foto: Emidio Marques

Em outras ocasiões, o pequeno Thalles, de 4 anos, já havia participado de outras atividades lúdicas no espaço e, desta vez, convenceu o pai, o operador de máquinas Diego Bernardo Garcia, a participar da caçada ao coelinho. “Assim como eu, ele demonstra um gosto por robótica. Se quiser ser engenheiro vou dar todo apoio e sentir muito orgulho”, diz.

Segundo Félix Naveda, gestor do espaço, o coelho de madeira usado na brincadeira foi recortado a laser no local, no “espaço maker”, como é chamada a oficina de criações disponível à população. O espaço Smart Mall Facens também funciona como coworking e é possível carregar o celular e usar o wi-fi gratuitamente, até se entreter com games desenvolvidos pelos alunos da faculdade. (Felipe Shikama)

Comentários