Sorocaba e Região

Buracos na pista desafiam motoristas na rodovia SP-79

Problemas se multiplicam na ligação entre Tapiraí e Juquiá
Buracos na pista desafiam motoristas na rodovia SP-79
Prefeitura de Tapiraí diz que a conservação da rodovia é responsabilidade do Estado. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (18/2/2016)

Motoristas e moradores de Tapiraí, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), reclamam das condições da SP-79, rodovia que liga o município à Juquiá. Eles afirmam que a estrada atualmente está cheia de buracos e como não possui acostamento, a situação está ainda mais perigosa para condutores e pedestres.

Questionado a respeito, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informa que tem realizado mensalmente serviços de tapa-buraco e conservação na SP-79, entre Tapiraí e Juquiá. No mês passado, a sinalização de solo também foi reforçada, segundo o órgão.

Em outubro, um protesto de motoristas e moradores ocorreu na SP-79 para alertar as autoridades sobre a situação da estrada. A SP-79 é a principal ligação da RMS com as praias do litoral sul do Estado, e ainda com a rodovia Régis Bittencourt (BR-116), que liga os Estados de São Paulo e Paraná, além do Sul do País.

Leia mais  Novotec abre 8 mil vagas em cursos

Porém, o trecho da SP-79 entre Tapiraí e Juquiá é bastante sinuoso, ou seja, cheio de curvas, e a estrada não possui acostamento e é de pista simples. Um perigo tanto para motoristas quando para pedestres.

Buracos na pista desafiam motoristas na rodovia SP-79
Recentemente, um motociclista caiu dentro de um dos buracos. Crédito da foto: Divulgação

O empresário David Siqueira de Andrade possui uma empresa no km 155 da rodovia e, recentemente, presenciou um acidente com um motociclista, que caiu dentro de um enorme buraco, isto é, uma verdadeira cratera. “A estrada é praticamente no meio da serra, um lugar alto, de muita natureza e verde, e possui enormes precipícios em suas encostas em alguns trechos, o que torna a situação ainda muito mais perigosa”, reclama.

Andrade disse ainda que tirou fotos do acidente, dos buracos existentes na rodovia e um ofício relatando a situação da SP-79 para o DER, e para as prefeituras de Tapiraí e de Juquiá, mas até o momento não foram tomadas providências a respeito. “Fizemos um protesto e estamos pedindo atenção das autoridades locais e estaduais para a situação da SP-79. Está muito perigoso e pode ocorrer alguma situação ainda pior”, destaca.

O empresário relata ainda que raramente ocorre na rodovia a chamada operação tapa-buraco, e que obras de melhorias há anos não são realizadas. “Às vezes fazem somente tapa-buraco e mais nada, o que é somente um paliativo, mas não resolve o problema”, lamenta.

Leia mais  Prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, fala sobre ações na cidade
Buracos na pista desafiam motoristas na rodovia SP-79
Trecho da rodovia entre Tapiraí e Juquiá é bastante sinuoso, carente de manutenção e tem queda de barreiras quando chove forte. Crédito da foto: Divulgação

O DER informa que está atento às necessidades de revitalização do pavimento no trecho, e que o órgão iniciou estudos orçamentários para recuperação da pista. Contudo, não informou nenhuma data ou prazo para o início de obras no local.

Já em relação à duplicação do trecho entre Tapiraí e Juquiá, o DER informa que a estrada encontra-se em área de preservação ambiental, o que inviabilizaria esta ampliação.

O Cruzeiro do Sul também questionou a Prefeitura de Tapiraí a respeito. Por meio de nota, o município informa que a manutenção da SP-79 é de responsabilidade do governo estadual. No entanto, a Prefeitura de Tapiraí informa ainda que tem solicitado melhorias na via e realizado gestões junto ao DER a respeito. “Contudo, ações de manutenção dependem da esfera estadual, sobre a qual a prefeitura não tem ingerência”, completa. (Ana Cláudia Martins)

Comentários