Sorocaba e Região

Boituva lança canal para apoiar comércio local

Mais de 100 empresários, comerciantes e prestadores de serviços já aderiram ao serviço
Boituva cria canal para apoiar comércio
Comércio no centro de Boituva. Crédito da foto: Emídio Marques (01/12/10)

O Canal Delivery, criado pela Prefeitura de Boituva, é uma opção de compras on-line sem sair de casa para os moradores da cidade. Mais de 100 empresários, comerciantes e prestadores de serviços já aderiram ao serviço.

Por meio da plataforma on-line, os moradores têm acesso aos produtos e serviços de diversos setores, como: açougues, agro e pet, água e gás, artigos e presentes, autopeças e acessórios, lanchonetes, padarias, saúde e fitness, salão de beleza e barbearia, entre outros. O serviço é acessado pelo endereço delivery.boituva.sp.gov.br.

Idealizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Boituva, o Canal Delivery colabora para que munícipes tenham acesso aos serviços oferecidos pelos empresários da cidade por meio de delivery. Com isso, a iniciativa visa que a população fique em casa, adquirindo produtos on-line.

No sistema, a população pode entrar no site e localizar o contato da loja ou serviço que esteja procurando. O sistema funciona como um serviço de classificados. Os empresários que ainda não se inscreveram podem entrar no site e preencher o formulário.

Após a inclusão no formulário, a Prefeitura de Boituva insere no sistema a oferta de produtos e serviços. Para participar basta cadastrar-se pelo formulário gratuitamente e fazer parte da plataforma de divulgação.

Também está disponível no site o cartaz para o comerciante orientar os clientes e identificar que o estabelecimento inscrito participa do sistema e cumpre a determinação dos decretos vigentes.

Em Sorocaba, iniciativa semelhante foi lançada em maio pela Associação Comercial de Sorocaba (Acso). A plataforma online para as empresas associadas divulgarem seus produtos e serviços chama-se Clube de Compras.

Fase laranja

Desde terça-feira (14), Boituva voltou para a fase laranja do Plano São Paulo, que permite a flexibilização do comércio. Conforme o decreto publicado na véspera (13), a classificação vale pelo menos até o dia 30, permitindo funcionamento com 20% da capacidade de atendimento presencial em escritórios em geral, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias.

A abertura é restrita a quatro horas diárias: de segunda a sexta-feira até às 17 horas, e aos sábados, até 14 horas. A capacidade máxima limita-se a um cliente por dois metros quadrados.

Leia mais  Munícipes e lojas não registram multas

 

Bares e restaurantes seguem restritos aos sistemas delivery e drive-thru. Supermercados, mercados e hipermercados voltaram a funcionar de segunda a domingo das 7 horas às 20 horas. O uso de máscaras é obrigatório. (Ana Cláudia Martins)

Comentários