Sorocaba e Região

Atropelamento por carreta provoca duas mortes na SP-75, em Salto

Outras duas vítimas foram socorridas em estado grave
O acidente ocorreu no quilômetro 36 da SP-75, em Salto. Foto: reprodução / Google Street View

Uma carreta atropelou quatro homens que estavam no acostamento da rodovia Prefeito Hélio Steffen (SP-75), no final da noite desta segunda-feira, 1º, em Salto, na Região Metropolitana de Sorocaba. Dois morreram e dois ficaram feridos, um deles em estado grave.

As vítimas tentavam consertar um carro que havia sofrido uma avaria. O motorista da carreta disse à polícia que não viu nada e só parou após ter ouvido o barulho do choque da carreta com o automóvel.

Conforme a Polícia Rodoviária, um dos automóveis com dois ocupantes seguia no sentido de Campinas, quando teve uma avaria e parou no acostamento. Outro carro com dois homens parou para ajudar e os quatro homens estavam à beira da pista, quando a carreta passou. O veículo de carga atropelou os quatro e atingiu a lateral traseira de um dos automóveis. A carreta parou cem metros à frente.

Leia mais  Polícia apreende 600 mil maços de cigarros contrabandeados em Tatuí

 

O serviço de resgate da concessionária foi acionado. Dois homens com muitos ferimentos foram levados ao Hospital São Camilo, em Salto, mas não resistiram. Eles foram identificados como Egídio Marcondes, de 39 anos, e Marcelo Fernandes Silva, de 31. Outras duas vítimas, uma em estado grave, foram levadas para o Hospital São Camilo de Itu, cidade vizinha. Um dos feridos recebeu atendimento e teve alta. O outro permanecia internado.

O motorista da carreta foi levado à delegacia da Polícia Civil e o teste do bafômetro mostrou que ele não havia consumido álcool. O caminhoneiro não soube dar detalhes do acidente, dizendo que só parou após ter ouvido o barulho do choque com o carro.

O condutor prestou depoimento e foi liberado. De acordo com a concessionária, a pista sentido norte da rodovia teve de ser interditada durante uma hora para o socorro às vítimas. Devido ao movimento reduzido no horário do acidente, não houve congestionamento. (José Maria Tomazela – Estadão Conteúdo)

Comentários

CLASSICRUZEIRO