Sorocaba e Região

Aterro de Votorantim é questionado na Câmara de Vereadores

Por duas vezes, em abril e em novembro do ano passado, o Legislativo apresentou requerimentos sobre a coleta de chorume
Primeiro questionamento aconteceu em abril do ano passado. Crédito da foto: Fábio Rogério (18/11/2019)

 

Os problemas envolvendo o gerenciamento de resíduos sólidos em Votorantim, em especial, sobre a disposição final, foram alvos de questionamentos na Câmara da cidade. Por duas vezes, em abril e em novembro do ano passado, o Legislativo apresentou requerimentos, incluindo sobre as condições dos maquinários envolvidos no processo e sobre a coleta de chorume no aterro sanitário da cidade. O assunto foi tema de matéria do jornal Cruzeiro do Sul, na edição de ontem.

No primeiro requerimento, a vereadora Fabíola Alves (PSDB) questionou sobre a retirada de chorume do aterro sanitário. Em resposta, o Executivo afirmou que o caminhão responsável pela coleta ficou parado por mais de 70 dias. A resposta também dava conta de que o material, que é um agente poluidor, não foi coletado neste período. O documento também dizia que, à época — abril –, o material estava sendo coletado e enviado para uma empresa de Salto, para tratamento.

Leia mais  Sindicato segue definindo acesso de passageiros ao transporte coletivo

Em novembro de 2019, no segundo documento protocolado pela parlamentar, havia o pedido de informação sobre a frota, em especial sobre o caminhão que faria a retirada de chorume do aterro. A parlamentar também questionou sobre a contratação de seguro para os veículos da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp).

Em resposta, a Prefeitura de Votorantim informou que nove veículos da pasta estavam parados aguardando manutenção. O ofício também informava que o caminhão que fazia a retirada de chorume do aterro sanitário não estava sendo usado, visto que não era apropriado para a operação. O documento também informava que uma ata de preço estava aberta visando a contratação de uma empresa especializada para a realização da atividade.

No site da Prefeitura de Votorantim, de fato, há um processo licitatório aberto, porém, sem o contrato com a vencedora do certame. Sobre o seguro dos veículos, apenas uma máquina possuía a contratação.

Leia mais  Bairros de Sorocaba ficam sem água por falta de energia elétrica

Conforme a matéria do Cruzeiro, publicada ontem, sobre os problemas na coleta de resíduos nas residências da cidade, o Executivo afirmou que dos seis caminhões da Sesp, três estavam quebrados, mas que o problema seria regularizado até o dia 20. A Prefeitura de Votorantim não comentou sobre os questionamentos envolvendo a coleta de chorume. (Marcel Scinocca)

Comentários