Informação Livre Sorocaba e Região

Associação Comercial de Sorocaba completa 99 anos

Atualmente, a Acso é presidida pelo empresário Sérgio Reze, soma diversas conquistas e lutas ao longo de sua história
Crédito da foto: Arquivo Jornal Cruzeiro do Sul

Há 99 anos um grupo de empresários se reunia para fundar a então Associação Comercial e Industrial de Sorocaba, com o objetivo de defender os interesses da categoria. Atualmente, a Acso é presidida pelo empresário Sérgio Reze, soma diversas conquistas e lutas ao longo de sua história.

“Mais do que representar os nossos associados, a entidade historicamente é uma instituição que vive os problemas da cidade, apoia grandes iniciativas e se coloca como agente de transformação para o bem da população. Em nome de toda a diretoria, composta por voluntários que se dedicam a este belíssimo trabalho, tenho orgulho em dizer que somos uma das entidades de classe mais antigas e representativas de Sorocaba”, comenta o presidente.

A Associação Comercial de Sorocaba, entidade de classe sem fins lucrativos, fundada em 20 de janeiro de 1922. Teve como primeiro presidente o dr. Bráulio Guedes da Silva. A joia ou título para os primeiros associados foi de Cr$ 10.000,00 réis e a mensalidade, Cr$ 2.000,00 réis.

Leia mais  Família procura homem que desapareceu em Alumínio

IPVA

Na terça-feira (19), o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), por meio da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos, interpôs agravo de instrumento contra a decisão judicial que negou liminar para suspender a cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de pessoas com deficiência que tenham sido isentas da taxa em 2020. O pedido havia sido feito no âmbito de uma ação que questiona mudanças estabelecidas pela Lei Estadual número. 17.3293, de dezembro de 2020, o chamado Pacote de Ajustes Fiscais. Para a Promotoria, contudo, a nova regra é discriminatória e inconstitucional, criando “categorias distintas de pessoas com deficiência” e excluindo a isenção para mais de 80% delas.

Blindado

O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) tem circulado em eventos da cidade com um carro blindado. O automóvel Toyota Hilux SW4 foi visto, por exemplo, na reunião de ontem na Santa Casa. Modelos do tipo, com blindagem, podem custar mais de R$ 250 mil. Entretanto, usando o carro particular, como faz o atual chefe do Executivo, não há gasto para o município com relação a multas, IPVA e combustível, por exemplo.

Leia mais  Aberta inscrição para vagas em creche no mês de março

Redução em contrato

A Prefeitura de Sorocaba publicou ontem o termo aditivo de contrato do pregão eletrônico 110 de 2019, que trata da locação de viaturas adaptadas e caracterizadas para o uso da fiscalização de posturas municipais e da Guarda Civil Municipal. O contrato celebrado em 9 de março de 2020 foi suprimido em aproximadamente 26,05%. Com isso, o valor do contrato foi reduzido em R$ 345.238,80.

Vacinação

As cidades de Itu, Votorantim, Piedade e Capela do Alto, na Região Metropolitana de Sorocaba também iniciaram ontem a vacinação em profissionais da saúde contra a Covid-19. Em Capela, o prefeito Péricles Gonçalves (PSDB) acompanhou a primeira dose aplicada na servidora Margarida, 61 anos, auxiliar de enfermagem, que atua desde 1988 na cidade. Em Vototarantim, a primeira servidora da rede municipal a ser vacinada foi a enfermeira Nadma Helena Isquerdo Gonçalves, funcionária do setor há 25 anos. Ela atua na linha de frente, trabalhando no período noturno na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Jataí.

Comentários