fbpx
Sorocaba e Região

Alunos ficam sem transporte escolar e não conseguem ir à aula

Prefeitura de Ibiúna atrasou pagamento, mas diz que vai regularizar a situação

Alunos da zona rural de Ibiúna estão sem transporte escolar municipal e, por consequência, sem aulas. De acordo com familiares de estudantes e perueiros, o problema é a falta de pagamento à empresa responsável pelo serviço, situação que motivou uma paralisação desde a semana passada.

A Prefeitura de Ibiúna diz que trabalha para normalizar o transporte escolar da rede municipal e que fará a compensação das aulas por meio de trabalhos para que os alunos não sejam prejudicados. Contudo, não informou exatamente quando o transporte será retomado.

Segundo perueiros, o pagamento de fevereiro foi feito parcialmente e não houve o dos meses seguintes. Com isso, os motoristas de vans escolares teriam iniciado na quinta-feira (2) uma paralisação que gradualmente ganhou mais adesão até a suspensão total do serviço. Familiares de alunos relatam que há bairros rurais distantes até 15 quilômetros das escolas, o que impossibilita frequentar as aulas sem o transporte municipal.

Leia mais  Via Rápida Virtual oferece 23 mil vagas para cursos gratuitos de qualificação

A Prefeitura de Ibiúna, por meio da Secretaria Municipal de Educação, afirmou que trabalha para a normalização e que “as providências necessárias” já foram tomadas. Referia-se ao processo licitatório para contratar uma empresa por cinco anos.

Atualmente o transporte é feito pela empresa VC Transportes Turismo e Empreendimentos Ltda. A reportagem tentou, sem sucesso, contato com a empresa por meio de números de telefone disponíveis na internet. (Da Redação)

Comentários