Sorocaba e Região

Alesp aprova escolas cívico-militares na rede pública estadual

Atualmente, a escola municipal Matheus Maylasky, em Sorocaba, já iniciou o processo de conversão
Alesp aprova escolas cívico-militares na rede pública estadual
Escola municipal Matheus Maylasky, em Sorocaba, já iniciou o processo de implantação do modelo. Crédito da foto: Agência Sorocaba

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou na terça-feira (2), o projeto de lei do deputado estadual Tenente Coimbra (PSL/SP) que institui a implementação das escolas cívico-militares na rede pública estadual de ensino.

A proposição, que inclui em suas diretrizes a parceria entre Secretaria de Estado da Educação e órgãos de segurança, determina que as atividades escolares deverão continuar sendo conduzidas por profissionais da educação e cumprindo metas do Plano Estadual de Educação. Serão selecionadas escolas com alunos que, além de apresentarem alto índice de vulnerabilidade social, fiquem abaixo da média estadual no índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Outros critérios deverão ser estabelecidos posteriormente.

Contrário à propositura, o deputado Carlos Giannazi (Psol) acredita tratar-se de um retrocesso na educação. Para ele, a introdução do modelo “é um desrespeito a todos os profissionais da área, porque sabemos que o principal problema da educação não é esse, não é de gestão, é de financiamento sobretudo”. Já a deputada Leticia Aguiar (PSL) defendeu a iniciativa: “Entendo que apoiar um projeto desse é apoiar a sociedade de bem, a qualidade do ensino, o respeito ao professor em sala de aula”.

Leia mais  Homem morre após ser baleado na zona oeste de Sorocaba

Atualmente, a escola municipal Matheus Maylasky, em Sorocaba, já iniciou o processo de conversão. A implantação do modelo também avança na escola Professor Jorge Bierrenbach Senra, em São Vicente. Ambas as unidades foram selecionadas por meio do Pecim. Outras instituições de Santos e Bauru também já estão em processo de seleção. Agora, as escolas estaduais também terão a oportunidade de adotar o modelo.

O projeto será enviado para a sanção do governador. “Estamos muito felizes com a aprovação do projeto de lei pela Alesp e esperamos que o governador possa sancioná-lo e promulgá-lo o mais rápido possível”, comentou Tenente Coimbra. (Da Redação)

Comentários