fbpx
Sorocaba e Região

35 mil hidrômetros antigos são substituídos pelo Saae

Número corresponde a 15% das 227 mil ligações de água instaladas
35 mil hidrômetros antigos são substituídos pelo Saae
Equipamentos com mais de cinco anos de uso podem ser trocados. Crédito da foto: Divulgação

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae-Sorocaba) trocou cerca de 35 mil hidrômetros em toda a cidade, nos últimos 14 meses. O número corresponde a 15% das cerca de 227 mil ligações de água que abastecem os imóveis da cidade.

A substituição dos equipamentos foi iniciadas em novembro de 2017, como parte do Programa de Controle e Redução de Perdas de Água Tratada e de Receita. O programa contempla várias frentes de trabalho para reduzir a perda de água tratada, além de investimentos na modernização do sistema de distribuição para diminuir a incidência de vazamentos na rede pública.

Leia mais  Moradores reclamam de contas elevadas com novos hidrômetros; Saae vai analisar

 

Um dos exemplos é a instalação de macromedidores, equipamentos que permitem a aferição do volume de água que passa por diferentes pontos da rede pública, para identificar e corrigir eventuais perdas.

‘A água está cada vez mais escassa, não podemos desperdiçar com vazamentos ou consumo exagerado. A cobrança pelo exato volume gasto estimula a conscientização, a economia e permite o reinvestimento para a prestação de um serviço cada vez mais eficaz’, diz o diretor-geral do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva. Ele afirma que a tarifa de água paga pelo sorocabano é uma das mais baratas de todo o Estado de São Paulo e do país.

Segundo o Saae, uma média de 3.200 hidrômetros continua sendo trocada todos os meses. O diretor Operacional da autarquia, Marcelo Moretto, diz que a troca será ininterrupta até que chegará a situação que nenhum hidrômetro instalado nos imóveis tenha mais de cinco anos de uso, ou seja, utilizem sempre tecnologia moderna e registrem o consumo com exatidão.

Atualmente estão sendo substituídos os hidrômetros com mais de cinco anos de uso nas regiões da Vila Barão e Wanel Ville. Está previsto também o início das substituições nas regiões da Vila Angélica e Jardim São Guilherme. Mas independente da localização da cidade, o Saae informa que qualquer pessoa que tenha um hidrômetro com mais de cinco anos de uso pode pedir a substituição, que é feita gratuitamente, desde que não haja avaria por mau uso.

De acordo com o Saae, os hidrômetros que estão sendo instalados registram com mais precisão os menores volumes de água, reduzindo as perdas nas medições. Eles também são equipados com válvulas antirretorno, que impedem a volta por gravidade para a rede na rua, da água que já chegou no do imóvel do consumidor.

Trata-se de hidrômetros volumétricos, cujo princípio de funcionamento é baseado na medida real de volumes, a partir do enchimento e o esvaziamento, de forma cíclica, de sua câmara. ‘Essa característica torna-o mais sensível às baixas vazões em relação aos hidrômetros anteriormente instalados em Sorocaba, cujo princípio é o velocímetro, que registra a velocidade com que a água passa. Outra vantagem do equipamento é que, mesmo que esteja desnivelado, ele ainda registra com precisão a medição’, cita a autarquia.

Quem tiver dúvida ao receber a visita para a substituição deve entrar em contato com o Saae/Sorocaba, por meio dos telefones 0800 770 11 95 (ligação gratuita) ou 3224-5969. (Da Redação com Secom Sorocaba).

Comentários