Sem categoria

Ministério Público Federal é contra soltar Gerbauld

Executivo pediu à Justiça sua soltura por causa da pandemia de coronavírus e porque faz uso diário de medicamentos

O Ministério Público Federal emitiu parecer contrário ao pedido de relaxamento da prisão preventiva de Roland Pascal Gerbauld, diretor de offshore nas Bahamas. Gerbauld é apontado como suposto operador financeiro do doleiro Dario Messer e, segundo a Procuradoria, teria auxiliado o “doleiro dos doleiros” a ocultar mais de US$ 17 milhões.

Gerbauld pediu à Justiça sua soltura por causa da pandemia do novo coronavírus, por ter necessidade diária de medicamentos de uso controlado.

No entanto, a força-tarefa Lava Jato no Rio de Janeiro, considerou que a manutenção da sua prisão preventiva é necessária para impedir a continuidade dos crimes cometidos. Entre outros pontos, a argumentação do MPF é que, solto, Gerbauld teria acesso ao patrimônio ilícito de Dario.(Estadão Conteúdo)

Comentários