fbpx
Educa Mais

Twitter e Unesco lançam guia sobre alfabetização midiática para educadores

Documento disponibilizado na internet mostra como a rede social pode ser usada em sala de aula

O Twitter, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), montou o Ensinar e Aprender com o Twitter, guia que tem como objetivo ajudar educadores a capacitarem os alunos com as habilidades de alfabetização midiática. O produto visa contribuir para o uso responsável das ferramentas que a rede social apresenta.

No guia estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso que mostram as melhores práticas sobre alfabetização midiática da UNESCO. O documento traz, ainda, dicas de como professores e pais podem usar o Twitter como uma ferramenta de aprendizado na sala de aula ou em casa.

O vice-presidente de políticas públicas, governo e filantropia corporativa do Twitter, Colin Crowell, usou o blog da rede para ressaltar a importância da parceria com a UNESCO, além de destacar a necessidade da alfabetização midiática contra a desinformação. “Esperamos que este manual tenha um impacto tangível e benéfico para estudantes de todo o mundo, ajudando os educadores a transmitirem informações e habilidades críticas às gerações mais jovens sobre como navegar em um ambiente de mídia cada vez mais complexo”, declarou.

Leia mais  Sisu 2020: inscrições serão liberadas em janeiro; confira cronograma

O Ensinar e Aprender com o Twitter também pretende contribuir para a formação de bons cidadãos digital. Por isso, há tópicos sobre segurança online e como os educadores devem agir caso se deparem com casos de cyberbullying.

O guia está disponibilizado na internet – para ter acesso basta clicar aqui –, e também será distribuído em escolas via rede de ONGs relevantes da UNESCO, agências estaduais de educação e a rede europeia de Centros de Internet Segura.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Comentários