Educa Mais

Resultados do Enem 2019 serão disponibilizados na próxima semana

Notas poderão ser consultadas na Página do Participante, no dia 17

Candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 poderão conferir, em breve, os seus desempenhos na avaliação. O resultado será disponibilizado a partir do dia 17 de janeiro. Já para os treineiros – estudantes que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova como teste –, as notas estarão disponíveis em março, assim como o espelho da redação.

Os resultados estarão disponíveis na Página do Participante no portal do Inep e no aplicativo do Enem. Com as notas, os participantes poderão pleitear vagas em instituições de educação superior através dos seguintes programas de governo:

Sisu: pode fazer a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) o estudante que participou do Enem de 2019 e obteve nota na redação diferente de zero.

Leia mais  Não passou no vestibular? Confira dicas para sair dessa

ProUni: a bolsa de estudo do Programa Universidade para Todos (ProUni) é um benefício concedido na forma de desconto parcial ou integral sobre os valores cobrados pelas instituições de ensino privadas e refere-se à totalidade das semestralidades ou anuidades escolares.

Fies: o novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) está dividido em duas modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.

Enem digital

Quem vai prestar o exame em 2020 terá uma novidade: o Enem Digital. A implantação será progressiva, com ampliação de datas e número de participantes até a consolidação em 2026, quando não haverá mais provas impressas. As primeiras aplicações digitais serão opcionais para 50 mil inscritos. Até lá, os participantes poderão escolher, no ato de inscrição, pela aplicação-piloto no modelo digital ou pela tradicional prova em papel.

Leia mais  Na área de saúde, curso de Biomedicina está entre os mais disputados

*Matéria produzida com informações do MEC

Fonte:  Agência Educa Mais Brasil

 

Comentários