Presença

#TBT: Tecidos Barbero

Em 1947, o italiano Antônio Barbero implantou, em Sorocaba, a primeira tecelagem de linho
#TBT: Tecidos Barbero
Fachada da Teba na avenida Comendador Barbero, no bairro Parada do Alto. Crédito da foto: Projeto Memória Jornal Cruzeiro do Sul

Desde o fim das feiras de muares, que acabaram definitivamente em 1897, Sorocaba passou por um processo de industrialização, graças à inauguração das linhas da Estrada de Ferro Sorocabana. Os novos caminhos de ferro abertos na região foram fundamentais para o desenvolvimento da produção têxtil industrial na cidade.

Contando com uma produção de algodão herbáceo na região, inicialmente exportado para a Europa e EUA, o empresariado local pode investir na indústria têxtil sem se preocupar com o fornecimento da matéria-prima. A mão-de-obra também não foi problema. A cidade recebia, como boa parte do Estado de São Paulo, grupos de imigrantes italianos, espanhóis e portugueses.

Em 1947, o italiano Antônio Barbero implantou, em Sorocaba, a primeira tecelagem de linho, a Indústria Têxtil Barbero, com fios importados da Europa. Anos mais tarde, sua empresa passou a atuar também na fiação e se firmou no mercado sob a denominação Teba (Têxteis Barbero).

A Teba chegou a deter 40% do mercado brasileiro de tecidos de linho, tinha representantes na maioria dos estados brasileiros e conquistou grandes nichos de mercado. Em 1966, as indústrias Barbero empregavam mais de dois mil operários em Sorocaba. Na década de 1990, a indústria fechou e deixou saudade a muitos sorocabanos que tiveram ali a oportunidade terem sido empregados.

Leia mais  Presença: Garota de Ipanema

#TBT é uma gíria popular que significa “Throwback Thursday” e pode ser traduzida, do inglês, como “quinta-feira do retorno” ou “quinta-feira do regresso”. A gíria, simbolizada por #tbt, é utilizada pelos usuários de redes sociais como hashtag para marcar fotos que se refiram ao passado.

Comentários

CLASSICRUZEIRO