Presença

Roupa Nova comemora 40 anos de carreira

Outro recorde surpreendente, é que Roupa Nova é a única banda com a mesma formação desde o início
Roupa Nova comemora 40 anos de carreira. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

A banda Roupa Nova se apresentou em dezembro no Clube União Recreativo em um show que comemorou os 40 anos de carreira. A história da banda se confunde com a história da própria música brasileira. São mais de 20 milhões de cópias vendidas e 37 discos lançados até os dias de hoje.

Considerado um dos melhores shows nacionais, o do Roupa Nova teve a maior escola que um grupo poderia ter: o baile. Anteriormente sob o nome de Os Famks, a banda passou anos fazendo bailes pelo País. Toda irreverência, ritmo e espontaneidade presentes hoje nos shows do Roupa Nova certamente se devem a esse período.

Em 1980, quando os músicos foram chamados para gravar um tema de final de ano da rádio Cidade, Mariozinho Rocha sugeriu que o nome da banda se mudasse para o que hoje é o nome conhecido por todo Brasil: Roupa Nova.

Leia mais  #TBT: Estádio Humberto Reale

Quando o assunto é trilha de novela, a banda Roupa Nova é a recordista, são mais de 35 até hoje. O grupo também é o responsável por tocar o “Tema da vitória”, composto e arranjado por Eduardo Souto Neto, que mais tarde se tornaria tema de Ayrton Senna; são ainda autores da música tema do “Xou da Xuxa” e do “Vídeo Show”, ambos da Rede Globo; além do “Rock in Rio”.

Outro recorde surpreendente, é que Roupa Nova é a única banda com a mesma formação desde o início, sem ter sequer sofrido alguma alteração.

Luciana Ramalho e Israel Divino Ramalho. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Douglas Kierme e Cláudia Ramalho. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Léo e Sueli Magueta. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Fernanda Freitas e Silvana Piovecani. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Telma, Tamires e Bruna Simões. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Miriam Marins e Miguel Donaire. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

Juliana Brancalhão. Crédito da foto: Manuel Garcia (8/1/2020)

 

 

Comentários