Presença

‘Rompa o Silêncio’ é lançado na Biblioteca Municipal

A plataforma é um novo meio de auxiliar as mulheres vítimas de violência doméstica.

Tatianes, Adrianas, Carlas, Marílias, Biancas. Na semana em que se completa 12 anos da Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, os números de agressões contra mulheres e os feminicídios aumentaram muito, inclusive nos noticiários. Atualmente, segundo documento divulgado pela ONU em junho desse ano na cidade de Bruxelas, uma em cada três mulheres é ou será vítima de violência de gênero no mundo. Quase metade das mulheres assassinadas são mortas por um parceiro ou ex-parceiro.

No Brasil, a taxa de feminicídios é a quinta maior no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o Mapa da Violência 2018, em 2016, 4.645 mulheres foram assassinadas no País, o que representa uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras. Em dez anos, observa-se um aumento de 6,4%. No entanto, ainda de acordo com o documento, a mulher que se torna uma vítima fatal muitas vezes já foi vítima de uma série de outras violências de gênero, entre elas, a violência psicológica, patrimonial, física ou sexual. Ou seja, muitas mortes poderiam ser evitadas, impedindo o desfecho fatal, caso as mulheres tivessem tido opções concretas e apoio para conseguir sair de um ciclo de violência.

Leia mais  Afissore promove segunda edição do Festival do Sorriso

É por esse motivo que a jornalista Christine Xavier, vítima de violência de gênero, lançou, na tarde da última segunda-feira, dia 6, o blog “Rompa o Silêncio“, no auditório da Biblioteca Municipal “Jorge Guilherme Senger”. A plataforma é um novo meio de auxiliar as mulheres vítimas de violência doméstica.”O silêncio é nosso quando não apoiamos as mulheres que são vítimas. Dessa forma, estamos sendo coniventes com a violência”, disse.

Realizado com o apoio da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), o evento foi marcado por muita emoção, por meio dos relatos da jornalista sobre o seu antigo relacionamento abusivo. “O mais importante nesse projeto foi perceber que não estou sozinha. Comecei a fazer essa rede de apoio e enfrentamento para mostrar isso às mulheres que sofrem com a violência de gênero: você não está sozinha”, reiterou.

Leia mais  Novo presidente da Academia de História Militar Terrestre do Brasil

O blog traz depoimentos de vítimas, entrevistas com profissionais, textos que falam de beleza e autoestima, entre outros assuntos sobre o tema. De acordo com Christine, toda mulher pode contribuir com o blog mandando um e-mail para blogrompaosilencio@gmail.com.

Anderson Sanches e Priscila Oliveira. Crédito da foto: Saga / Divulgação
Silvia Letícia Sousa, Daniele Fernandes e Camila Pedroso. Crédito da foto: Saga / Divulgação
Aline Amorim, Fernanda Marques e Adriane Souza. Crédito da foto: Saga / Divulgação
Isabel Ferreira de Lima Xavier. Crédito da foto: Saga / Divulgação

 

Comentários

CLASSICRUZEIRO