Presença

Presença: Casamento comunitário

Presença: Casamento comunitário
O prefeito Rodrigo Manga e sua esposa Sirlange entregam foto do casamento de Sebastião e Luciane Félix, realizado em 2018. Crédito da foto: Secom Sorocaba

A Prefeitura de Sorocaba, por meio do Fundo Social de Solidariedade (FSS), recebe inscrições para o Casamento Comunitário On-Line 2021. Nesta edição, a ação vai permitir que 300 casais de baixa renda da cidade oficializem a união de forma gratuita, sem a presença de convidados e com transmissão ao vivo. Os interessados deverão se inscrever de forma on-line no site da Prefeitura de Sorocaba (www.sorocaba.sp.gov.br); no Fundo Social de Solidariedade, no 4º andar do Paço Municipal (de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h); ou nas Casas do Cidadão, ao longo deste mês de fevereiro.

“É com muita alegria que vamos realizar o Casamento Comunitário, que já é tradicional em Sorocaba. Sabemos que essa é a realização de um sonho para os casais e muitos não têm condições de arcar com as despesas de um casamento”, afirma a presidente do FSS, Sirlange Frate Maganhato. “Nesta edição, vamos oferecer 300 certidões, dando oportunidade a mais pessoas de celebrar esse momento tão especial de união. A celebração vai acontecer no final deste primeiro semestre, mantendo todos os protocolos de higiene e medidas de segurança para evitar o contágio da Covid-19”, completa.

Leia mais  #TBT: Carnaval

Todos os casais deverão participar do curso de noivos, que está previsto para ser realizado no mês de maio. O dia e o local serão definidos. Já a Cerimônia Ecumênica está prevista para o mês de junho e será transmitida, ao vivo, pelas redes sociais da Prefeitura de Sorocaba, em razão da pandemia da Covid-19. A presença na cerimônia será exclusiva aos noivos.

A abertura das inscrições contou com a presença do casal Sebastião e Luciane Félix, que recebeu de presente da primeira-dama as fotos do seu casamento, realizado na edição de 2018 do Casamento Comunitário. O casal já vivia em união há 25 anos e teve a oportunidade de oficializar o casamento, na época.

Os interessados deverão apresentar os seguintes documentos para a inscrição: carteira de trabalho ou holerite atual para comprovação de renda (sendo que o valor total não poderá ultrapassar, na somatória dos noivos, o equivalente a três salários mínimos, ou seja, R$ 3.300); comprovante de endereço recente (pelo menos um dos noivos deve residir em Sorocaba); e o nome completo da mãe dos noivos. Após análise dos documentos, o encaminhamento para o cartório de referência deverá ser retirado no Fundo Social, em abril.

Comentários