Presença

Banco de Olhos de Sorocaba homenageia profissionais de enfermagem

A inspiração do prêmio veio da Fundação Daisy, nos Estados Unidos, em 1999
BOS homenageia profissionais de enfermagem
Luana Caroline Cabral Dias, Suelen Castro, Vanessa Bella da Silva e Luiza Pinheiro São Pedro. Crédito da foto: Qnoticia / Divulgação

O Grupo BOS homenageou, em solenidade no dia 16 de maio, no auditório do Instituto BOS, profissionais de enfermagem que se destacaram durante o período de março de 2018 a março de 2019. A segunda edição do Prêmio Daisy, levou em conta histórias marcantes vivenciadas por pacientes atendidos em todas as unidades de saúde administradas pelo grupo: Hospital Oftalmológico, Unidade de Pronto Atendimento — UPA Éden, Rede Lucy Montoro de Reabilitação e Unidade Pré-Hospitalar — UPH Zona Leste (administrada pelo BOS durante o período considerado para a premiação).

Foram indicadas para a premiação, representando o Hospital Oftalmológico de Sorocaba, as enfermeiras Talita Cristina da Silva de Oliveira e Catriana Paes de Oliveira Lourdes, que foi a vencedora pela unidade. Dentre os colaboradores da UPA Éden foram indicados Eli Henrique Bertin, Rosa Helena Silva e Keila Cristina Ribeiro Camparini, sendo que Keila recebeu o troféu de destaque.

Leia mais  Presença: Vamos ajudar!

Pela UPH Zona Leste foram indicados os profissionais Cristiana Barbosa e Luiz Geraldo Oliveira de Lima. Os dois receberam certificado de reconhecimento e Luiz Geraldo levou o troféu para casa. Representando a unidade de Sorocaba da Rede Lucy Montoro de Reabilitação foram indicados Luana Caroline Cabral Dias e Luiza Pinheiro São Pedro. O troféu foi entregue para Luiza. Para eleger os homenageados, foi feita uma enquete com os pacientes das unidades de atendimento do Grupo BOS. Durante a homenagem, todas as indicações receberão um certificado e o vencedor de cada unidade, uma estatueta.

Sobre o prêmio

A inspiração do prêmio veio da Fundação Daisy, nos Estados Unidos que, em 1999, fez uma homenagem aos profissionais que cuidaram de Patrick Barnes, que faleceu devido à doença autoimune que o acometia. Ele precisou de muitos cuidados de profissionais de enfermagem, por isso, os familiares de Barnes ficaram sensibilizados com a atenção e o carinho com que cuidaram dele e fizeram o primeiro Prêmio Daisy (Daisy acrônimo para doenças de ataque do sistema imunológico) para homenagear os enfermeiros extraordinários.

Comentários