Buscar no Cruzeiro

Buscar

Editorial

Vá tomar a segunda dose!

Com quase sete mil ausentes na segunda dose somente em Sorocaba, hoje é o ‘Dia D’ para faltosos e para quem perdeu o cronograma. Não deixe de se vacinar!

05 de Junho de 2021 às 00:01
Cruzeiro do Sul [email protected]
Casos de vacinação simultânea entre os grupos já acontecem em diferentes locais do País.
Casos de vacinação simultânea entre os grupos já acontecem em diferentes locais do País. (Crédito: AGÊNCIA BRASIL)

A cidade de Sorocaba -- assim como todo o Estado de São Paulo -- promove hoje o “Dia D” para a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 a todos aqueles que não conseguiram completar o ciclo vacinal, ou seja, que até agora receberam apenas a primeira dose.

É um dia de vacinação dedicado aos faltosos ou àqueles que, por qualquer outro motivo, perderam o cronograma inicial ou o prazo da segunda dose -- 28 dias para a vacina Coronavac/Butantan e 12 semanas para o imunizante da Astrazeneca/Oxford.

No Estado de SP, a iniciativa pretende alcançar mais de 400 mil pessoas que tomaram apenas a primeira dose. Para se ter uma ideia, somente em Sorocaba, segundo a prefeitura local, existe um total de 6.821 ausentes da segunda dose, sendo 2.525 da Coronavac e 4.296 da AstraZeneca/Oxford. Os números assustam. É muita gente que não retornou para a segunda etapa da imunização.

Certamente entre os faltosos há casos de pessoas que simplesmente perderam o prazo, de gente que tentou tomar e não havia vacina disponível, idosos e acamados com problemas de locomoção etc. Enfim, muitas pessoas têm justificativas válidas para não terem sido imunizados na segunda etapa.

Há também aqueles que tiveram alguma reação após a primeira dose e que acabaram ficando receosos ou com medo de tomar a segunda. Saibam que isso (ter eventual reação) é absolutamente normal, apesar de pouco frequente. É justamente pelo fato de as vacinas estarem fazendo efeito, já que o objetivo é provocar a produção de anticorpos. E nas raras vezes em que ocorrem, essas reações duram um breve período de tempo, e logo passam. Para melhorar, a tendência na segunda dose é haver ainda menos reação já que no momento da aplicação as pessoas já terão desenvolvido uma parcela de anticorpos. Portanto, não tenham receio nem medo. Está mais do que provado cientificamente que a segunda dose será o complemento necessário para garantir a proteção correta contra o vírus.

Nesse grupo de reconvocação também há muita gente que não teve condições de se deslocar até o local da vacinação. Seja por não terem familiares para ajudar, seja por qualquer outro tipo de limitação. Portanto, que familiares e amigos olhem para tais situações e ajudem aqueles que querem tomar a vacina, mas possuem alguma dificuldade.

Infelizmente, porém, em um universo tão grande como esse -- 400 mil pessoas no estado e mais de 6 mil em Sorocaba -- existem muitas pessoas que simplesmente não apareceram para serem imunizados com a segunda dose por desleixo, desrespeito e, principalmente, por falta de conhecimento. Chega a ser patético termos de explicar a importância e a necessidade da vacinação.

Do ponto de vista médico, somente com as duas doses é possível obter a proteção contra o novo coronavírus. Qualquer outra teoria, tese ou desculpa é mera desinformação ou desconhecimento da ciência. Todas as secretarias de educação do País reforçam a orientação sobre a necessidade de aplicação da segunda dose. Os estudos demonstram que só é possível atingir a eficácia máxima comprovada pela Anvisa de cada vacina com a aplicação das duas doses. Portanto, todas as pessoas que acreditam ser suficiente apenas uma dose do imunizante estão redondamente equivocadas.

Do ponto de vista humano, ser vacinado corretamente é um ato de respeito. Achar que a vacina não ajuda é negar a ciência e a medicina.

Portanto, não se esqueça. Caso tenha perdido o prazo inicial, hoje é dia de sair de casa e tomar a segunda dose da vacina! É uma questão de vida ou morte. Sua, da sua família, de seus amigos. Da nossa vida. Somente com união e responsabilidade conseguiremos superar um vírus tão traiçoeiro e mortal.

Faça a sua parte!