Do leitor

O doutor Steffen

Como muitos (ou todos os) leitores do Cruzeiro do Sul, sou viciado em jornal, especialmente o impresso, pois este nos permite a leitura, releitura, destacar trechos e até
recortar. Aliás, o próprio dr. Steffen já disse isso em seu artigo da edição do dia 16 último. Essa preferência tem muito a ver com a importância das notícias, dos editoriais e dos artigos. Nestes, desfilam (escrevem) articulistas de todos os estilos, de todas as tendências, etc, o que leva o leitor a preferir este ou aquele colunista. O Cruzeiro
do Sul detém uma verdadeira seleção de articulistas de elevada qualidade e estilos diversos. De minha parte, leio todos, e os aprecio, porém, minha preferência recai sobre o nonagenário dr. Edgard Steffen, cuja coluna é muito aguardada, aos sábados. Esse articulista escreve sobre uma enorme gama de temas: desde a simplicidade do “arraiá”, até aos assuntos científicos. Brinca com as palavras, faz “gato e sapato” das ideias, conceitos e dos variados temas que aborda, tornando seus escritos interessantes, instrutivos e de agradável leitura, pela forma como entrelaça os assuntos, mescla o humor e a seriedade, com tal leveza, que o leitor “devora” o texto, sem interrupção, do início ao último vocábulo. Pelo avançado de sua existência (atingiu, altaneiro, os
noventa anos), há tempos, chegou a “desertar” da trincheira jornalística, mas não conseguiu nem recostar-se na cadeira preguiçosa, e a “grita” foi geral e imediata, não permitindo-lhe pensar duas vezes; teve que rever sua “deserção”. Lembro-me, aliás, de sua frase, após a “bronca” dos leitores: “…desisto de desistir”. Dr. Steffen, que não tinha compromisso com tal “deserção”, voltou aos seus imperdíveis artigos, para o gáudio de sua imensa legião de leitores/admiradores. Quem se deu ao capricho de colecionar seus artigos, apostilou uma curiosa, diversificada e utilíssima enciclopédia.
Obrigado, dr. Steffen! Nós — leitores — lhe concedemos mais uns três decênios de vida, com saúde, lucidez e, claro, brindando-nos com seus escritos no Cruzeiro do Sul!
JUSTO PENTEADO CHACON

Comentários