Do leitor

Brasil

O pessimismo com atual situação do País é abordado pelo leitor

Se por acaso você disser que o país está melhorando, dirão que você está louco. Mas, se disser que existe uma catástrofe iminente, talvez você até ganhe o prêmio Nobel.

A população gosta quando a mídia vende previsões sombrias. Em 1962, tentaram vender que a indústria metalúrgica entraria numa crise sem precedentes — e o mundo do crescimento econômico continuou.

Os homens se tornaram máquinas de solucionar problemas. Eles resolvem tudo apenas com uma mudança de comportamento. O perigo está se houver uma desaceleração das mudanças.

Nós vivemos atualmente na geração da paz, temos tempo para o lazer. Hoje, qualquer ser interessado cursa uma faculdade, a medicina evoluiu, nunca em época alguma uma geração viajou tanto a passeio como a de agora.

Tente espalhar o pessimismo e verá que as boas notícias se tornam ruins, mas vá a um supermercado e observe as pessoas felizes e comprando. Eu, por exemplo, não vejo ninguém infeliz nas filas dos postos, abastecendo o tanque de seu carro novo.

Leia mais  Venda da Campari

Não se deprima com a economia em crise. Compre, viaje, use seu cartão de crédito e pague a fatura em dia. Não se acanhe, vá até a frente de um espelho e com bom senso veja que estará em sua frente o homem ou a mulher que poderá ou não fazer novas gerações felizes.

Odair Raimundino Dutra

Comentários
Assuntos

CLASSICRUZEIRO