Artigos

Os pais educam pelo exemplo

Geraldo Bonadio

Pais e mestres têm, em comum, a missão de educar a geração mais nova, preparando-a e qualificando-a para suas responsabilidades nos campos pessoal, familiar, profissional e social.

A parte que compete aos pais principia bem antes que a dos professores e prossegue depois que a destes se encerra. Quando o aluno preenche a carga horária, presta exames e, obtendo aprovação, conclui o curso, os professores dão por cumprida a sua tarefa. Pais e mães continuam a ensinar e inspirar seus filhos a vida toda.

Eles se distinguem de todos demais docentes com quem contatamos e sob cuja orientação venhamos a trabalhar. Destes, o que se exige é o domínio dos conteúdos teóricos e práticos que estão incumbidos de repassar aos discentes. Para os pais, há exigências mais severas, pois, os filhos — bebês, adolescentes ou adultos — estão confrontando, instante a instante, o ensinado e o vivenciado.

Leia mais  Liberdade e passividade

A melhor maneira de mães e pais prepararem seus filhos para uma vida honesta e sábia, pautada pela sobriedade e não pela embriaguez, pela lealdade e não pela traição, pela verdade e não pela mentira, pela caridade e não pelo egoísmo é viverem eles próprios segundo tais valores.

Os filhos, desde a tenra idade conseguem captar se aquilo que seus pais lhe dizem provem do coração e não apenas da boca. Se a conduta efetiva se alicerça sobre uma visão do mundo, das pessoas e da vida que se contrapõe por inteiro ao que eles dizem, descartarão impiedosamente as palavras e se aferrarão aquilo que lhes é dado ver e ouvir. Com eles, decididamente, o faça o que eu digo e não faça o que eu faço não tem a menor chance de ser acatado. É tolo quem tenta enganá-los.

Leia mais  O poder da energia solar

“(…) tu que ensinas os outros, não te ensinas a ti mesmo! Pregas que não se roube, e roubas! Proíbes o adultério, e cometes adultério! (…)”

Carta aos Romanos 2:21-22

Tradução Ecumênica da Bíblia
Geraldo Bonadio é jornalista. [email protected]

Comentários