Artigos

Mulher e homem à luz da Palavra

Geraldo Bonadio

Muito se engana quem busca alicerçar, no ensino ou nas atitudes de Jesus, suas alegações de suposta inferioridade da mulher em relação ao homem.

“Para o cristão — ensina Michel Quoist — existe igualdade absoluta de dignidade entre o homem e a mulher”. Ambos são criaturas de Deus, resgatadas por Cristo, filhos de Deus e chamados ao mesmo destino espiritual.

A teóloga mexicana Elsa Tamez dá ênfase ao papel de destaque conquistado pelas mulheres nas comunidades cristãs dos primeiros tempos, “principalmente nas fundadas por Paulo”. Ressalta que muitos entendimentos indevidamente creditados aos ensinos do Mestre resultaram, na verdade, “da pressão externa sociocultural patriarcal romana” que, a partir de um dado momento, alcança aquelas comunidades.

Quem percorre o Evangelho sem ideias preconcebidas encontra, nele, um constante empenho de Jesus em favor da dignidade da mulher, que se materializa nos mais diferentes cenários e diante de múltiplas situações desafiadoras. Tanto ao longo de sua pregação quanto após sua ressurreição ele confiou a elas tarefas da maior relevância. Hoje, ele dirige, a cada um de nós, um convite para descobrir e avaliar à luz das possibilidades e ameaças implícitas na realidade contemporânea, o correto entendimento do papel essencial da mulher no plano de Deus para o mundo.

Esteja atento a esse apelo. Repensar a igualdade essencial e os papéis — culturalmente partilhados ou biologicamente diferenciados — da mulher e do homem, à luz da Palavra, redefinindo, a partir desse novo e ampliado entendimento, as condutas femininas e masculinas na família e no espaço público cria, para você, a possibilidade de um reencontro pessoal com uma dimensão instigante e positiva da boa nova.

Leia mais  Onde erramos?

“(…) a mulher deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse ao povo: — Venham comigo e vejam um homem que me disse tudo o que eu já fiz. Não seria ele, por acaso, o Cristo? ”

Evangelho de João 4:28-29

Nova Almeida Atualizada
Geraldo Bonadio é jornalista. geraldo.bonadio@gmail.com

Comentários