Artigos

Larissa, foco na saúde mental

Artigo escrito por Vanderlei Testa, jornalista e publicitário
Crédito da foto: Álbum de família/arte VT

Vanderlei Testa

Participo de um grupo na rede social com ex-colegas de trabalho da Siderúrgica Aparecida. Conhecemos a cada dia um pouco das famílias que foram se formando no transcorrer dos anos. Desta vez, destaco a sorocabana Larissa Alquati, filha do Nestor e da Eneida. A tenacidade e resiliência da Larissa são dignas de motivação aos estudantes, principalmente neste tempo de exames vestibulares e de pandemia. Ela acompanha os casos de Covid no seu trabalho. Orienta pessoas que apresentaram sintomas e até internação de UTI. Cuida da saúde mental das pessoas com sequelas, medo e ansiedade.

Larissa nunca parou de estudar. Tem um objetivo de vida profissional e busca alcançá-lo com determinação. Começou como aluna de escolas públicas de Sorocaba. Na infância na CEI-1, depois na EE Enéas Proença de Arruda, EE Ezequiel Machado e na Etec Rubens de Faria.

Mas não para por aí. Ela queria mais conhecimentos. Fez cursinho para vestibular e, como ótima aluna, conquistou apoio de bolsa da escola. O sonho de ser enfermeira profissional a levou a ser aprovada na Faculdade de Medicina de Marilia (Famema) e na Unesp de Botucatu. Sua opção foi à graduação em enfermagem pela Faculdade de Medicina de Botucatu, na Universidade Estadual Paulista.

Seguindo suas inspirações, fez, posteriormente, no transcorrer dos estudos sua inscrição no “Programa Ciência Sem Fronteiras”, do Governo Federal. Tinha o seu curso superior conquistado com mérito e seguiu em frente. Escolheu a Itália para participar do programa. Sua comunicação pessoal, generosidade e o fato de ser uma pessoa que faz o bem à humanidade a tornaram uma intensa e vitoriosa nas terras italianas. Em Módena durante um ano, realizou o seu estágio adquirindo conhecimentos, escolhendo a saúde mental como especialização. Para conquistar eficiência no idioma italiano, precisou estudar por conta própria, pela falta de recursos financeiros para pagar escolas particulares.

Leia mais  Razões de governo e direito ao luto

De volta ao Brasil, fez provas para a pós-graduação da Unicamp em Residência Multiprofissional em Saúde Mental e Coletiva Hospitalar. E para orgulho da família, viu seu nome em primeiro lugar na Universidade de São Paulo (USP) e em segundo lugar na Unicamp. Foi nessa universidade que fez a sua opção de estudos, levando em consideração os acompanhamentos dos casos dos pacientes e altos níveis de ensino. Larissa Alquati, como sempre, se destaca pelo seu comprometimento. Atualmente monitora os departamentos de RH como Analista de Saúde em várias empresas, fazendo acompanhamento de funcionários que estão se recuperando da Covid-19.

Ela é persistente nos estudos e nas pesquisas. Com tantos conhecimentos, continua como aluna online da Universidade de São Paulo (USP) e hoje faz curso de especialização pelo Instituto de Psiquiatria da USP em Saúde Mental no Trabalho. Atua profissionalmente em uma “Healthtec”, empresa que analisa dados de saúde e usa a tecnologia para prestar consultorias e promover saúde aos seus clientes.

Vale destacar, depois de ter passado mais de 25 anos, desde a infância, estudando, o pensamento da Larissa: “Sem dúvida, cursar uma universidade pública foi um sonho realizado com muito esforço, mas o mais importante de tudo isso é sentir que, independentemente de onde eu tenha estudado ou dos títulos que carrego, é poder gerar impacto através do meu trabalho e conhecimentos”.

Como diz a sua mãe, Eneida, a Larissa é uma brasileira que, na sua juventude e maturidade responsável, mantém o seu esforço sem nunca desistir dos desafios. O exemplo de vida e o testemunho de ser uma família unida desde quando o casal Nestor e Eneida se uniu pelos laços do matrimônio, em 1990, há 30 anos, conduzem na luz da fraternidade cristã os caminhos dos descendentes dos Alquati. E também, como citou a Eneida: “Precisamos de mães que passem mais tempo no altar da intercessão pelos filhos do que nas academias de ginástica”.

Leia mais  O Estado x crime organizado

A vida pessoal da Larissa é preenchida no pouco tempo que dispõe para o lazer. Seja no cinema, assistindo os seus filmes prediletos, ou na televisão. Larissa gosta de ler e de música, feira de artes e da culinária da mãe. Ela nasceu em 20 de junho e, como geminiana inteligente, comunicativa e amante da liberdade, adora fazer amizades. Os seus círculos de amigos se multiplicam com o tempo, por onde estuda, trabalha ou frequenta. Os seus 28 anos de idade muito bem vividos florescem a cada ano em desafios e na busca, desde a sua juventude, em participar de movimentos estudantis, de grupos voluntários e de atividades que a fazem aprender, crescer como pessoa e valorizar cada momento da sua existência.

Larissa deixou a sua filosofia de vida sair do coração em uma mensagem de 2020: “Esse bolo eu fiz para um teste, mas poderia ter sido o do meu aniversário. Muitas pétalas e uma flor: foi exatamente o ciclo dos 27. Apesar de cheio de decisões difíceis, eu enfrentei muitos medos e consegui me manter inteira. E venho aprendendo a permanecer assim. Eu repenso decisões, avalio meus erros, desconstruo convicções que muitas vezes tem raízes em mim, mas, diante de tantos aprendizados, o essencial permanece. Esse é o motivo que me faz celebrar a chegada de 2021. Apesar do inverno intenso do último ciclo, tem sempre algo a florescer, tem sempre uma ponta de primavera dentro de mim”.

Leia mais  Campanha da Fraternidade e Ecumenismo

Sobre a vacina do Butantan, lançada na semana passada em São Paulo com a primeira vacinação de colega enfermeira, Larissa afirma: “Eu vejo a vacina como uma vitória da ciência brasileira em prol da população. Os pesquisadores trabalham incansavelmente e com muito esforço no nosso País, apesar da falta de investimentos e de pessoas que descredibilizaram o projeto. Para mim, a vacina é uma esperança em meio a um cenário sombrio e cheio de retrocessos que estamos vivendo”.

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário. Escreve às terças-feiras no jornal Cruzeiro do Sul e aos sábados no www.blogvanderleitesta.com e www.facebook.com/artigosdovanderleitesta.

 

Comentários