Motor

ZF Sorocaba desenvolverá eixos off-road para mercados globais

Além da América do Sul, grandes mercados no Oriente e na Europa serão atendidos em suas demandas
ZF Sorocaba desenvolverá eixos off-road para mercados globais
A unidade da ZF de Sorocaba foi inaugurada em 1985 e foi reconhecida como Centro de Competência Global na área de eixos agrícolas do grupo. Crédito da foto: Divulgação

A ZF América do Sul amplia suas atividades no Brasil e América do Sul e acaba de ser reconhecida como Centro de Competência Global na área de eixos agrícolas do Grupo ZF. Com isso, será a única unidade no mundo a desenvolver a inteligência de eixos para o mercado global, com papel estratégico. Baseado em Sorocaba, o novo Centro de Competência será responsável por coordenar o desenvolvimento de eixos para todos os mercados do mundo atendidos pela ZF.

De acordo com Stefan Prebeck, Diretor Global de Engenharia da Unidade de Negócios Fora-de-Estrada da ZF, o foco principal dos desenvolvimentos serão os grandes mercados da América Latina, Oriente e Europa, onde há forte demanda por esse tipo de produto. Para isso, foram criados centros de engenharia correspondentes em países como China e Índia, cuja operação se iniciou em abril deste ano.

Novos investimentos estão previstos, além da contratação de engenheiros e equipes de campo

A expectativa é criar novos projetos de desenvolvimento e aplicação, atendendo clientes de forma personalizada e sob medida. Paulo Vecchia, gerente da Unidade de Negócios para Tecnologia Industrial da ZF América do Sul, estará à frente da coordenação deste trabalho de inteligência locado no Brasil, atuando de forma integrada com as demais unidades de negócios em engenharia criadas para suportar a nova estrutura. De acordo com o executivo, novos investimentos estão previstos, além da contratação de engenheiros e equipes de campo que irão acelerar o tempo de desenvolvimento de novos produtos, assim como impor um novo ritmo de velocidade de resposta aos clientes.

ZF Sorocaba desenvolverá eixos off-road para mercados globais
A unidade de Sorocaba do Grupo ZF desenvolverá eixos fora-da-estrada para o mercado mundial. Crédito da foto: Divulgação

Atualmente o mercado de eixos dianteiros tracionados no mundo é de 500 mil unidades, considerando montadoras que constroem o seu próprio eixo. O mercado brasileiro representa cerca de 11% deste total. “O objetivo principal é de ampliar o portfólio de soluções para a área off-road em todo o mundo, onde há constante expansão e modernização, e atender as máquinas destinadas a todos os tipos de operação no campo e nos canteiros de obras”, explica Vecchia.

No ano passado a ZF celebrou a marca de 500 mil eixos produzidos em sua fábrica de Sorocaba. A produção foi iniciada em 1985, ano em que a média mensal de produção alcançada foi de 148 equipamentos. O recorde em um único mês aconteceu em outubro de 2016, quando Sorocaba fabricou 3.290 eixos. O maior volume de produção anual foi em 2010 com 30.243 equipamentos fabricados ao longo de 12 meses. Os eixos APL da ZF lançados em 1985, por exemplo, possibilitaram a produção local de máquinas agrícolas de maior potência e revolucionaram a produtividade dos tratores rurais brasileiros. (Da Redação)

Comentários