Motor

Chevrolet S10 celebra 25 anos

A primeira picape média nacional vendeu mais de 1 milhão de unidades desde seu lançamento
Chevrolet S10 celebra 25 anos
A Chevrolet S10 1995 foi lançada somente na configuração cabine simples. Crédito da foto: Divulgação

A Chevrolet S10 está comemorando 25 anos de lançamento. Ela foi a primeira picape média nacional e responsável por criar um segmento de grande sucesso nessas duas décadas e meia. De 1 milhão de unidades fabricadas no Brasil, 750 mil foram vendidas no mercado interno e 250 mil foram exportadas. Todas elas saíram da unidade da GM de São José dos Campos.

A S10 também se consagrou no mercado por seu desempenho como produto, oferecendo o melhor balanço entre robustez, dirigibilidade e conforto com muita força e tecnologia, tanto no asfalto quanto no fora-de-estrada.

Atualmente a S10 é oferecida em três opções de carroceria (cabine dupla, cabine simples e chassis cab), cinco níveis de acabamento (LS, Advantage, LT, LTZ e High Country), duas opções de motorização (2.5 Flex e 2.8 Turbo Diesel), assim como duas opções de transmissão (MT6 e AT6) e tração (4×2 e 4×4). Ao todo são 12 configurações, para atender os mais variados tipos de negócio, seja no campo ou na cidade.

Leia mais  Chevrolet lança a Nova S10 2021

Desde sua chegada em 1995, a S10 não parou de se transformar. Veja algumas das evoluções mecânicas, estruturais e de aparência que o modelo passou:

Chevrolet S10 celebra 25 anos
Um ano após o lançamento chegou a cabine estendida. Crédito da foto: Divulgação

A S10 é derivada de modelo norte-americano. Trouxe uma nova proposta de picape para o consumidor brasileiro oferecendo design aerodinâmico e itens de conforto e praticidade. A primeira S10 tinha cabine simples, motor 2.2 EFI de 106 cv, câmbio manual de 5 marchas e opção de freios ABS nas rodas traseiras. A versão cabine estendida surgiu um ano depois. Em relação à mecânica, a Chevrolet introduziu duas novas opções de motorização: o 2.5 Turbo Diesel HST (High Speed Turbo) de 95 cv, que ajudou a elevar a capacidade de carga do veículo para 1 tonelada, e o motor V6 Vortec, de impressionantes 180 cv e injeção eletrônica sequencial centralizada (SCPI).

Em 1997, foi apresentada a S10 cabine dupla com quatro portas. Nascia também a versão Executive, com acabamento mais refinado e itens exclusivos, como os bancos revestidos em material premium com ajustes elétricos para o do motorista. A tração 4X4 ficou disponível para todas as versões.

Atualização

A primeira atualização do design ocorreu em 1999, com mudanças das lentes dos faróis, grade e para-choque dianteiro. Chegaram também o airbag para motorista e freios ABS para as quatro rodas. Chegou também o motor 2.8 Turbo Diesel MWM com três válvulas por cilindro, 132 cv de potência e 34 kgfm de torque marcaria a entrada da S10 no novo milênio e sua ascensão para um patamar superior de desempenho dentro da categoria. Outra inovação da S10 foi a transmissão automática, inicialmente disponível para a configuração Executive V6 de cabine dupla.

Leia mais  BMW Série 3 chegou ao mercado há 45 anos
Chevrolet S10 celebra 25 anos
Hoje a picape atende quem precisa dela para o trabalho, mas tem também versões bastante sofisticadas, com muita tecnologia. Crédito da foto: Divulgação

A terceira geração da S10 foi apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo de 2000, com mudanças na grade, faróis, lanternas e para-choque. A picape ficou com visual mais robusto e o motor 2.2 a gasolina teve sua cilindrada e potência elevadas, transformando-se num 2.4 de 128 cv.Para a linha 2002, o motor V6 passou para os 192 cv. Além disso, a comodidade do ar-condicionado também foi incorporada nas configurações de entrada.

A linha 2006 ganhou novo visual, com molduras contornando os para-lamas, mas a grande novidade foi o motor 2.4 FlexPower entregava até 147 cv e fez as vendas dispararem. As atualizações visuais continuaram acontecendo em 2009 e 2010 até chegar às Nova S10 em 2012, quando ficou maior, com habitáculo e caçamba mais espaçosos. Estreava junto o motor 2.8 Turbo Diesel CTDi com duplo comando de válvulas e turbocompressor de geometria variável.

Leia mais  Mercado interno esboça as primeiras reações

De lá para cá a picape média só evoluiu, tanto esteticamente como em motorização e tecnologia. Ganhou sistema de controle eletrônico de estabilidade e de tração para as versões de entrada e itens de segurança. (Da Redação, com informações do fabricante)

Comentários