Motor

Chega ao Brasil a 3ª geração da superesportiva BMW S1000 RR

Modelo tem três anos de garantia de fábrica e preço sugerido de R$ 91.950
Chega ao Brasil a 3ª geração da superesportiva BMW S1000 RR
A terceira geração da superesportiva está mais leve, rápida e dócil. Crédito da foto: Divulgação

A BMW Motorrad lança a nova S 1000 RR nas concessionárias autorizadas da marca no País, ao preço sugerido de R$ 91.950. A terceira geração da superesportiva é produzida na fábrica do BMW Group, em Manaus (AM), que contou com investimentos adicionais de R$ 4,7 milhões para a produção do modelo.

Originalmente lançada em 2009, a BMW S 1000 RR chega à nova geração completamente renovada, mais leve, potente e tecnológica, com componentes internos individualmente reprojetados e aprimoramentos aplicados ao quadro, ao conjunto da suspensão e aos sistemas eletrônicos de assistência à pilotagem. O resultado dessas mudanças é surpreendente: a superesportiva está 11 quilos mais leve (197 kg) que o modelo anterior, oferece 207 cavalos de potência (8 cv mais potente que o antecessor) e uma condução mais dócil e precisa.

Estilo minimalista

Desde o lançamento da primeira geração, há 11 anos, o visual revolucionário e sofisticado fez da BMW S 1000 RR uma máquina cobiçada. Nesta nova geração, o desenho foi retrabalhado nos mínimos detalhes, de modo a deixála ainda mais impressionante por onde passa e capaz de, mais uma vez, ditar as tendências, em termos de estilo, de sua categoria. Com o lema “Nose down, tail up” (“Nariz para baixo e traseira para cima”, em tradução livre), além de proporções refinadas, a nova RR ostenta como destaques visuais as luzes de LED presentes nos faróis com linhas mais dinâmicas e agressivas, na lanterna traseira. Além disso, as luzes de mudança de direção (pisca) e de freio estão integradas em uma única unidade de LED.

Leia mais  Alaskan e Landtrek agitam mercado de picapes médias

O tanque de combustível mais estreito resultou na área que acomoda os joelhos mais delgada, privilegiando o fechamento ergonomicamente perfeito das pernas, além de uma posição ideal do assento.

Mais potente

Chega ao Brasil a 3ª geração da superesportiva BMW S1000 RR
Para produzir a moto na fábrica de Manaus, foram investidos R$ 4,7 milhões. Crédito da foto: Divulgação

A nova BMW S 1000 RR supera a barreira dos 200 cavalos. Quatro quilos mais leve, o novíssimo propulsor de quatro cilindros em linha e alto desempenho desenvolve 207 cavalos a 13.500 rpm, e 113 Nm de torque máximo, com oferta superior a 100Nm, disponíveis entre 5.500 e 14.500 rpm. O segredo para esta performance irretocável é a versatilidade da nova tecnologia BMW ShiftCam, que permite extrair máxima potência e torque, não apenas em faixas altas de rotação e isso a antecessora já oferecia de sobra , mas sobretudo em faixas baixas/médias de giro.

Cidade, estrada ou pista? Esta é uma questão primordial em se tratando dos novos recursos à disposição nos modos de pilotagem da nova S 1000 RR, que é pioneira em trazer esse tipo de tecnologia dentro da BMW Motorrad. Os modos de pilotagem no “mundo da estrada” são RAIN, ROAD, DYNAMIC e RACE. Para aqueles que desejam explorar as possibilidades da superesportiva nas pistas, a opção Modo Pro, que oferece três modos adicionais de pilotagem (Race Pro 1-3) que são altamente programáveis. Isso permite um ajuste individual das mais diversas funções de gerenciamento dos sistemas, como controle dinâmico de tração DTC, ABS e deslizamento das rodas, bem como a curva do acelerador (ajuste de torque) e o freio do motor para se adequar ao nível de habilidade e estilo de pilotagem do cliente. (Da Redação)

Comentários
Leia mais  Honda relembra a história do seu primeiro modelo produzido no Brasil