Cultura Mais Cruzeiro

‘Rocketman’ é destaque entre as estreias dos cinemas de Sorocaba

Filme mostra os altos e baixos da vida e da carreira de Elton John, tudo embalado por seus maiores hits
‘Rocketman’ é destaque entre as estreias
“Rocketman” conta a história de Elton John, segundo o diretor Dexter Fletcher, sem ser “suavizada”. Crédito da foto: Divulgação

Biografia musical do cantor e compositor Elton John, “Rocketman” é a principal novidade desta quinta-feira (30) nas salas de cinema de Sorocaba, que também passam a exibir a ficção científica “Godzilla II: rei dos monstros” e o terror “Ma”.

Dirigido por Dexter Fletcher, “Rocketman” mostra os altos e baixos da vida e da carreira de Elton John, vivido por Taron Egerton, tudo embalado por seus maiores hits, como “Your song”, Tiny dancer” e Goodbye yellow brick road”. “Elton sempre foi muito claro de que não queria nada sendo suavizado”, contou Fletcher.

 

O longa abre com Elton John, vestido com um de seus figurinos extravagantes de show, entrando numa sala de terapia e declarando-se viciado em álcool, cocaína, sexo e compras, além de sofrer de bulimia e problemas de controle de raiva. “Queríamos contar a história de um ser humano. Mesmo que Elton seja um ser humano extraordinário, continua tendo suas falhas e está longe da perfeição”, afirmou Egerton. O filme não esconde a homossexualidade do cantor, com cena de sexo entre ele e o empresário John Reid (Richard Madden).

Tudo bem diferente, portanto, de “Bohemian Rhapsody”, a produção vencedora de quatro Oscars que envernizou a vida de Freddie Mercury. A comparação é inevitável, não apenas porque os dois artistas são da mesma geração, mas também porque o diretor de “Rocketman” assumiu as últimas semanas de filmagem de “Bohemian Rhapsody”, quando Bryan Singer foi demitido. Egerton elogiou Rami Malek, que ganhou o Oscar por sua interpretação de Mercury, mas fez uma ressalva de que o filme sobre Freddie Mercury é uma cinebiografia, enquanto “Rocketman” é um musical biográfico.

Isso significa que Rami Malek não tinha de cantar, e Egerton, sim. Além das apresentações no palco, há números musicais elaborados, com coreografias, e sem a profusão de cortes de “Bohemian Rhapsody”, em que os atores podem mostrar seu talento vocal. As músicas de Elton John são encaixadas não em ordem cronológica, mas de acordo com os sentimentos a serem passados pela cena.

Monstro e terror

‘Rocketman’ é destaque entre as estreias
“Godzilla II: rei dos monstros” é sequência da produção lançada em 2014, com direção de Michael Dougherty. Crédito da foto: Divulgação

Outra novidade desta semana nos cinemas é “Godzilla II: rei dos monstros”, que traz no elenco Millie Bobby Brown, atriz da série “Stranger things”. Brown faz o papel de Madison Russel, filha de 14 anos de dois cientistas divorciados que se encontram no meio de uma batalha épica em Godzilla, o gigante de 500 pés de altura. Trigésimo quinto filme da franquia, que começou em 1954, “Godzilla II” é a sequência do reboot de “Godzilla” lançado em 2014 e tem direção de Michael Dougherty.

As salas da cidade também exibem a partir de hoje o terror “Ma”, dirigido por Tate Taylor. A trama conta a história de Maggie e seus amigos, todos menores de idade, estão tentando descolar bebidas alcóolicas em um super mercado quando conhecem Sue Ann (Octavia Spencer), uma mulher adulta que usa sua identidade para ajudá-los. Além de fornecer as bebidas, ela decide oferecer sua casa para que eles organizem uma festa com o pessoal do colégio, até que os jovens começam a identificar um comportamento estranho da dona da casa, que se torna cada vez mais controladora e obsessiva. (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

Comentários